O que nos motiva a treinar jiu-jitsu?


Fotos: Luchini Fotografias

Que esta pandemia que estamos vivendo mudou a rotina de todas e todos não é nenhuma novidade. E infelizmente nós da comunidade do jiu-jitsu acabamos ficando muito limitados em relação aos treinos. A menos que se tenha uma pessoa que também treine em casa, fica muito difícil praticar, quanto mais achar motivação.

Existe hoje uma enorme quantidade de vídeos de treinos adaptados para se praticar jiu-jitsu sozinho, dicas de como montar bonecos para ajudar nos treinos, aulas online, etc. E isso é maravilhoso! Que bom que temos essa capacidade de nos adaptar a situações como esta.

Mas quem treinou na presença apenas da sua própria companhia sabe que fica um pouco limitado e que a motivação muitas vezes acaba indo embora porque, na verdade, não é só isso o que nos satisfaz enquanto praticantes de jiu-jitsu.

O que nos motiva é treinar uma posição e depois tentar aplicá-la no rola. O que nos motiva é treinar com os colegas de tatame e depois ter aquela famosa resenha no final do treino. O que nos motiva são os campeonatos, seja porque gostamos de lutar ou seja porque gostamos de ficar na torcida. O que nos motiva é saber que estamos dedicando aquele momento apenas para nós, o que muitas vezes não é possível em meio a uma quarentena, ainda mais quando se tem filhos. O que nos motiva é saber que estamos evoluindo e isso não é possível apenas treinando sozinho. Pelo menos não no jiu-jitsu.

Agora mais do que nunca percebemos a importância da família do tatame. O caminho da arte suave é único para cada pessoa mas apesar de ser uma caminhada própria, ela não é nada solitária. Muito pelo contrário, é uma trajetória que é vivida junto a muitas outras pessoas.O jiu-jitsu é calor humano, é puro contato físico.

Na caminhada de cada um muita coisa acontece. São graduações, campeonatos, seminários, visitas a outras equipes, enfim, inúmeros eventos que envolvem muitas pessoas ao mesmo tempo. Quem gosta de jiu-jitsu gosta de gente, tanto é que no mesmo tatame existem os mais diversos tipos de pessoas.

Por isso que tudo bem não estar com a maior motivação para treinar em casa. A situação que estamos vivendo é totalmente diferente de tudo o que já vivemos. Nós que praticamos arte marcial temos o espírito de guerreiro dentro de nós e com certeza voltaremos mais fortes para os nossos templos quando isso terminar.

Que esse momento de distanciamento social que estamos vivendo sirva para valorizarmos ainda mais o nosso jiu-jitsu, os momentos com os nossos professores e os nossos colegas. Sejamos resilientes que logo esse momento passará e voltaremos aos nossos treinos, de kimono limpo e banho tomado de preferência!

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que nos motiva a treinar jiu-jitsu?

log in

reset password

Voltar para
log in