Recepcionando novos alunos


Em nosso convívio na academia, infelizmente muitas vezes temos que nos despedir de algumas pessoas, pois é comum que alguns companheiros de equipe às vezes tenham que parar os treinos (seja temporário ou definitivo). Isso pode acontecer por diversos motivos, desde uma mudança de cidade, de emprego, até por questões médicas como lesões e tratamentos.

Em contrapartida, novos companheiros de treino também chegam e por mais que em um primeiro momento seja difícil estabelecer vínculo (pela falta de familiaridade, intimidade) é muito importante saber recepcionar quem chega às academias, sendo essa pessoa alguém que vem de outra equipe ou alguém que nunca pisou em um tatame.

Para quem vem de outra equipe é complicado, pois, mesmo que os motivos que o levaram a sair da antiga equipe tenham sido válidos, nem todos conhecem as razões que resultaram nessa decisão e acabam por criar um pré-conceito. Lembre-se que todo mundo tem sua trajetória, suas lutas e seus projetos e que a decisão de trocar de equipe nem sempre é fácil. Por mais que respeito e lealdade sejam princípios que não são tão valorizados quanto deveriam, ainda existem pessoas que acreditam neles e vivem de acordo com eles. Então, não crie restrições só porque a pessoa veio de outra equipe.

Para os que nunca pisaram em um tatame e pretendem começar a praticar o jiu-jitsu também é difícil, primeiramente porque toda novidade e mudança assusta um pouco. Por outro, lado temos milhões de perguntas não respondidas que ficam martelando na nossa cabeça naquele meio tempo em que estamos na dúvida entre colocar o kimono e fazer nossa primeira aula ou ir embora discretamente (rs).

Por isso, aqui vão algumas dicas para recepcionar os novos alunos:

  • Seja receptivo(a): Sempre que chegamos a um lugar pela primeira vez ficamos perdidos, o que não é diferente no caso dos treinos de jiu-jitsu.  Perguntas como “onde é o banheiro?” “tem bebedouro?” “pra participar da aula é só chegar no horário e fazer?” “por que eles estão fazendo reverência antes de entrar no tatame?” pairam na cabeça de quem nunca fez nenhuma arte marcial e chega pela primeira vez pra treinar. Então, não custa nada chegar, se apresentar e se colocar à disposição de quem está chegando.
  • Seja prestativo(a): Leva um tempo até que o nosso corpo se habitue a novos movimentos, para eles serem automatizados o tempo é maior ainda. Portanto, na hora de passar a posição e rolar ajude aquele seu companheiro de treino que está chegando agora. Isso não quer dizer que você vai passar por cima do seu mestre para ensinar algo, mas lembre-se de quando você chegou, de como teve alguém ali do seu lado te ajudando e repasse a ideia.
  • Respeite: É sempre bom reforçar que devemos respeitar o outro, seja quem veio de outra equipe, seja o iniciante, o faixa branca, o faixa preta, quem quer competir, quem não quer competir, que a gente possa ser o começo da mudança que a gente espera, e que o respeito não seja somente um discurso, mas que seja praticado.

E você, tem mais alguma dica pra recepcionar a galera nova? Fala pra gente nos comentários!


Clube de Vantagens BGM

Vinicius Martins Osteopatia

Pra galera do Rio de Janeiro: o Vinicius é osteopata e trata de atletas de ponta como Claudia do Val, Michele Oliveira, entre outros. Nossa parceria com ele concede 20% de desconto em qualquer atendimento. Corre lá pra marcar uma avaliação! >> @osteopatia_viniciusmartins

Qual sua reação

Curtir Curtir
1
Curtir
Amei Amei
2
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recepcionando novos alunos

log in

reset password

Voltar para
log in