Embalada por duplo ouro no Sul-Americano, Fernanda Mazzelli mira conquista inédita do ADCC


Fernanda começou nas artes marciais com apenas 11 anos de idade, por volta de 1999, e desde então se apaixonou pela arte suave. Demorou para a lutadora tornar do esporte um meio de vida, mas com o passar do tempo, e o avanço do Jiu-Jitsu feminino aliado a extensa coleção de títulos tornaram o sonho da lutadora de viver da arte suave possível, como a própria lutadora diz: “Hoje falo que tudo que tenho agradeço ao Jiu-Jitsu.”

Um dos grandes nomes da modalidade no mundo, a lutadora se prepara para retomar o ritmo intenso de competições em 2021. Até o ano passado, a lutadora ainda conciliava a carreira como atleta a de vereadora em sua cidade, Guarapari-ES, depois de cumprir 2 mandatos consecutivos, a lutadora agora foca apenas na carreira como atleta.

— Estou mais focada nos treinos, tive um problema recente no ombro, fiquei uma semana de molho, caí de mal jeito, mas acredito que logo estou quase 100%. Estou treinando bastante, a minha performance está ainda melhor, estou ainda com mais vontade, espero sair com bons resultados esse ano! — declarou a faixa-preta.

Fernanda Mazzelli retornou aos tatames em meados de março, quando competiu em uma das etapas do Estadual da FCJJE no Espírito Santo, na ocasião a atleta acabou ficando com o título no absoluto, fechando com a companheira de treinos Juliana Araújo, bicampeã brasileira de Jiu-Jitsu. A faixa-preta ainda se consagrou campeã do Sul-Americano realizado no Rio de Janeiro com dois ouros. De olho no próximo desafio, a lutadora promete dar sequência a grande fase:

— Estou aproveitando os meus horários, focando ainda mais nos treinos, agora fiquei um pouco desanimada, porque machuquei o meu ombro, mas vai dar tudo certo, tem novidade vindo por aí. Estou ainda esperando o pessoal divulgar, mas já tenho uma luta casada nos próximos meses, tenho até que perder peso, fazia tempo que não passava por esse processo, e com isso vou ficando mais animada, com mais vontade de treinar conforme o próximo desafio se aproxima — revelou Fernanda.

Campeã mundial de Jiu-Jitsu como faixa-preta em 3 oportunidades, Fernanda foi a primeira mulher a vencer o torneio em 3 diferentes categorias, conquista que a coloca no hall das grandes atletas da história da IBJJF. Campeã brasileira por 12 vezes nas mais diferentes faixas, Fernanda falou sobre o que ainda falta conquistar na brilhante carreira como atleta:

— Sou muito realizada, muito satisfeita com tudo que conquistei, mas a gente sempre quer mais um Mundial, lutar mais um evento, mais uma luta, isso que nos motiva. Acredito que o ADCC é o que falta, já conseguir ganhar duas seletivas, lutar nos eventos, mas nunca fui indicada, não consegui subir no pódio, mas sigo em busca desse título, quero muito o ADCC — finalizou.

Dentre as principais metas de Fernanda Mazzelli para esse ano estão algumas lutas casadas dentre eventos diversos, e a disputa do ADCC, que deve ocorrer ao final do ano, o evento coroa os melhores atletas de submission na atualidade.

Detox Caps emagrece mesmo


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

0

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Embalada por duplo ouro no Sul-Americano, Fernanda Mazzelli mira conquista inédita do ADCC

log in

reset password

Voltar para
log in