O jiu-jitsu salva!


Hoje o texto é de uma seguidora. Ela nos procurou no instagram para dar um relato sobre como o jiu-jitsu tem sido importante para superar traumas da sua vida. Que todas as mulheres que vão ler isso possam ter consciência da sua força e do seu potencial!

⚠️ alerta de gatilho: abuso sexual

“Um pequeno desabafo de gratidão.

Não conheço a história de todas as jiujiteiras aqui, mas se de alguma forma a minha história contribuir pra alguma delas, meu coração ficará cheio de gratidão. O jiu-jitsu salva e eu sou a prova viva disso. Sempre fui extremamente avessa ao contato físico, eu simplesmente havia criado uma barreira que impedia as pessoas de demostrarem qualquer ato de afeto pelo contato físico, pois na infância eu havia sofrido abusos sexuais.

Esse fato desencadeou inúmeros problemas na minha vida, insegurança, princípio de depressão, ansiedade, distorção da própria imagem, enfim… Eu vivi por anos sob a penumbra de uma onda de tristeza. Apesar de tudo isso, as artes marciais sempre me fascinaram muito, desde da minha pré-adolescência. E o jiu-jitsu em específico pela influência do meu irmão que é praticamente, mas por conta do machismo do meu pai e da família dele eu só pude começar a treinar aos 20 (ano passado) quando meti a cara, pois sabia que ele iria ser uma forma de Deus curar minhas feridas interiores.

Muito receosa no início, pois sabia do contato que a arte suave tem e que em alguns momentos os meus medos poderiam querer gritar. Mas fui, com um coração cheio de expectativas e incertezas. E hoje, refletindo sobre isso, eu vejo o quanto o jiu-jitsu me tornou forte, independe, corajosa, ousada, destemida, coisas que a violência que eu sofri na infância tentou roubar de mim.

O jiu-jitsu empodera aquelas que se sentem fracas e diminuídas, pois eu eu vejo que tem feito isso na minha vida. O jiu-jitsu tem sido fundamental no meu processo de superação de um trauma. E simplesmente me sinto grata por o jiu-jitsu ter me encontrado, eu espero sinceramente que encontre outras meninas/mulheres que podem estar enclausuradas em seus medos e traumas.”

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
5
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O jiu-jitsu salva!

log in

reset password

Voltar para
log in