Atleta da Semana: Maria Clara Biondi


A Atleta da Semana de hoje é a Maria Clara Biondi, que é faixa amarela e conheceu o jiu-jitsu aos cinco anos de idade, no centro comunitário que ficava ao lado da sua casa. No começo ela fazia somente aulas de judô e com a mudança de professor na academia, também mudou o esporte. Ela se apaixonou pelos treinos de jiu-jitsu e transformou o esporte em um estilo de vida.

Os treinos

A faixa amarela da equipe Careca JJ tem uma rotina de treinos puxada, treina jiu-jitsu duas vezes ao dia, nos horários da manhã e à noite. Durante a tarde faz um treino de musculação.

Com treze anos, Maria Clara tenta conciliar os estudos com os treinos e campeonatos e com a pandemia está se esforçando muito mais nos treinos. Ela ama estar dentro do tatame e correndo atrás dos seus sonhos.

Uma coisa que ela sente falta nos treinos é a ter mais mulheres treinando. Na alimentação ela conta com uma dieta super saudável, evitando doces e refrigerantes.

Sonho dentro do esporte

O jiu-jitsu trouxe muitos benefícios na vida da casca grossa, quando criança o esporte ajudou muito, pois sofria com hiperatividade. Com o passar dos anos o esporte trouxe uma grande qualidade de vida.

A grande dificuldade que a Clara sofre é a falta de patrocínio para ajudar com os custos das viagens e campeonatos. Com a pandemia ficou ainda mais difícil procurar patrocinadores que possam ajudar a atleta.

A Maria tem um grande sonho dentro do esporte que é poder montar um projeto social para crianças carentes e poder ajudar muito mais crianças a iniciarem e conhecerem o jiu-jitsu. Sonha também em ser campeã mundial da IBJJF na Califórnia.

Bianca Basílio, Talita “Treta”, Gabi Garcia, Amanda Nunes e Ronda Rousey, são alguns nomes que a inspiram na sua caminhada dentro do tatame.

Campeonatos e títulos

Seu primeiro campeonato foi aos sete anos, ela lembra que ficou muito nervosa e chorou bastante, mas no final deu tudo certo e foi campeã. Depois desse, a casca grossa nunca mais parou.

O campeonato mais emocionante foi o paulista em 2020. Estava parada fazia 6 meses por causa de uma lesão na clavícula, quando voltou aos treinos faltavam 5 dias para o campeonato. Fez duas lutas, ganhou uma e perdeu a outra, saiu muito orgulhosa e satisfeita com o seu desempenho, mesmo se recuperando da clavícula conseguiu dar o seu melhor.

Para se concentrar no campeonato ela escuta música, gosta de ficar sozinha e se acalmar para ter uma boa luta. Uma das finalizações que ela mais gosta de usar é o triângulo, gosta de ser passadora, mas treina muito o jogo na guarda também.

Os seus principais títulos são: Campeonatos Paulista, Brasileiro, Copa Prime e o Open Taubaté.

A sinistra deixa uma mensagem para todas as meninas que estão começando na arte marcial

“Nunca desistam, não deixem que ninguém diga o que deve ou não fazer. Lugar de mulher é onde ela quiser!

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atleta da Semana: Maria Clara Biondi

log in

reset password

Voltar para
log in