Como posso melhorar meu jiu-jitsu?


Jiu-jítsu é evolução. Tá aí nosso próprio sistema de graduação: de grau em grau, de faixa em faixa, vamos nos tornando mais completas. Mas podemos deixar este caminho mais suave e prazeroso com 12 dicas simples:

1. Grave seus treinos

Faça uma bibliotecazinha para você ter sempre à mão para relembrar o que já trabalhou. Salve também posições no Insta, revisite-as, mas não deixe de tentar colocá-las em prática.

2. Refine seu jogo forte

Concentre-se nos detalhes mínimos que faltam para a posição sair perfeita, treine velocidade e busque variações que ampliem o leque de suas fortalezas.

3. Coisas que você (ainda) não faz tão bem

Escolha uma posição, estude, entenda onde está sua dificuldade, ajuste-a com seu professor

4. Aquilo que não sai no automático

Repita, repita, repita, quando você menos esperar, vai sair naturalmente.

5. Básico tinindo

Especialmente para os iniciantes, antes de tentar posições mais complexas, invista numa base forte. Entenda as alavancas, trabalhe muita fuga de quadril, reposição de guarda, rolamento, posições mais simples. É o básico que vai aparecer sempre, ser fundação para as demais posições e te salvar em muitas situações.

6. Flexibilidade e quadril solto

Ter força é bom, mas saber se movimentar e ser mais elástica fazem toda a diferença. Invista nas fugas de quadril e em alongamentos para você ganhar flexibilidade.

7. Não tente aplicar tudo ao mesmo tempo

Às vezes treinamos muitas coisas novas e na hora do rola não sai nenhuma. Foque em uma ou duas técnicas, coloque como objetivo no rola e busque executá-la toda vez que for rolar.

8. Faça um balanço dos treinos

Recapitule como foi o treino, onde teve dificuldade e onde precisa focar e continuar trabalhando.

9. Mantenha seu condicionamento

Incorpore na sua rotina um trabalho de cardio e fortalecimento, até mesmo voltados ao jiu jítsu, assim você terá mais gás quando estiver no tatame.

10. Comer, dormir, treinar e amar o processo

Deixe a máquina em dia: cuide do seu maior patrimônio dormindo bem, equilibrando a alimentação, treinando de forma saudável e respeitando os limites do corpo. Crie um lifestyle favorável, onde você vai se sentir ainda mais disposta para aproveitar o processo da melhor forma.

11. Cuidado com as comparações

O ritmo de sua evolução não te faz melhor ou pior: não existe um modelo ideal; cada um tem seu tempo, suas habilidades e fortalezas para moldar seu jiu jítsu.

12. Você é sua maior adversária e também sua maior motivação

Cuidado com a autocobrança! Às vezes, achamos que não estamos evoluindo ou que não somos capazes. Tenha paciência, a melhor parte do processo é ele mesmo!

Sempre teremos algo a melhorar, cada uma no seu tempo, mas o que fica depois é gratificante. Valorize seu esforço, cada conquista e as pessoas que fazem parte dela.

Troque as negativas pela automotivação: sim, você vai chegar lá, e quando chegar, ainda irá muito além, porque a evolução não acaba. You go, girl!

Foto: Ricardo Reviriego

Qual sua reação

Curtir Curtir
2
Curtir
Amei Amei
6
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como posso melhorar meu jiu-jitsu?

log in

reset password

Voltar para
log in