Retomada dos treinos pós-pandemia: dicas e orientações


A pandemia do novo coronavírus  (COVID-19) gerou um impacto sem precedentes em todos os setores da sociedade. Com o agravamento da pandemia e o aumento do número de infectados, medidas de prevenção e segurança, como a quarentena e até mesmo o “lockdown” em algumas cidades, tiveram que ser acionadas para combater o avanço da doença.

O cenário esportivo viu seu principal evento, os Jogos Olímpicos, serem adiados – algo que não acontecia desde a 2ª Guerra Mundial. Para a comunidade do jiu-jitsu, calendário suspenso e academias fechadas forçaram os líderes de equipe a criarem estratégias para manter seus alunos conectados. Nesse sentido, uma onda de conteúdos sacudiu as redes sociais através de lives com aulas, seminários e entrevistas, evidenciando uma das principais lições que o jiu-jitsu nos proporciona: adaptar-se ao desconforto e tirar o melhor de cada situação.

Recentemente, apesar das estatísticas ainda indicarem elevado números de infecções e óbitos, inclusive com tendências de elevação em determinados estados, vários governantes lançaram planos de flexibilização das medidas de segurança para retomada de atividades, com o objetivo de diminuir o efeito negativo no âmbito econômico e social.

Dessa forma, muitas academias estão retomando suas atividades nos últimos dias, com adequações. Existe um documento com propostas da Confederação Brasileira de Jiu-jitsu (CBJJ) orientando as academias nessa retomada. Mas varia de acordo com cada estado ou cidade os detalhes dos protocolos de segurança que as academias precisam seguir de acordo com cada decreto. Mas algumas estratégias comuns são:

  • demarcações no tatame para manutenção do distanciamento social;

  • treinos estruturados para a realização de “solo drills”;

  • parceiros fixos de treino;

  • intensificação de medidas de higiene e limpeza;

Condicionamento físico

Com relação aos cuidados relacionados ao condicionamento físico, é preciso ter muita atenção para não passar do ponto! Apesar de muitas academias terem mantido aulas regulares durante o período de isolamento, seja de drills ou movimentos funcionais, o nível de intensidade e o volume de exercícios foi consideravelmente menor do que o realizado no ambiente da academia.

Sendo assim, é natural que haja uma queda de desempenho físico e a retomada deve ser cuidadosamente planejada, com o objetivo de evitar lesões musculares e/ou articulares. Aí vão algumas dicas:

1 – TREINE MENOS!

A primeira sugestão é respeitar um período de intervalo maior entre um treino e outro, ou seja, se você frequentava a academia 5 dias na semana, comece com dois ou no máximo três sessões semanais. Para readaptar o corpo aos movimentos e o grau de exigência característico dos treinos de pano e aumentar gradativamente a frequência.

2 – CANSOU? DESCANSE!

É natural que, durante o treino, você queira começar a acelerar a movimentação e colocar mais intensidade, é um erro bastante comum motivado pela ansiedade em recuperar o gás e o tempo perdido, mas também é uma armadilha que vai minar sua resistência e aumentar sua percepção de fadiga após o treino. Dessa forma, procure alternar períodos de esforço e pausa para recuperação sempre que achar necessário, afinal de contas, lá se vão mais de 4 meses sem atividade regular e o nosso corpo VAI cobrar essa fatura!

3 – ALIMENTE-SE BEM E BEBA ÁGUA!

Outro fator importante para um bom rendimento nos treinos e invariavelmente bastante negligenciado, a boa alimentação e ingestão de líquidos deve ser observada atentamente. Invista em alimentos leves (observe seu horário de treino e todas as atividades realizadas no dia) e mantenha sua garrafinha bem próxima. Se possível, busque orientação profissional para ajustes na rotina alimentar. Importante: nada de exageros na tentativa de perder peso rápido para voltar a forma. Curta o processo de retomada, aproveite para treinar os fundamentos básicos e conhecer melhor seu corpo.

Vale reforçar que ainda vivemos um momento delicado e é muito importante se atentar às medidas de segurança. Certifique-se que a sua academia esteja realmente segura e preparada para receber os alunos, cobre o responsável sobre os protocolos de prevenção. Logo tudo isso passará!

Até a próxima.

OSS

Qual sua reação

Curtir Curtir
4
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Retomada dos treinos pós-pandemia: dicas e orientações

log in

reset password

Voltar para
log in