Atleta da Semana: Eduarda Santos


Nossa atleta dessa semana começou a treinar com 12 anos de idade e hoje é faixa azul da equipe Team Jucão Brazilian Jiu-Jitsu. Conheçam um pouco sobre a história da Eduarda Santos:

O esporte entrou na vida dela quando a sua mãe começou a procurar um projeto esportivo gratuito e conheceu o projeto social Claudinho Jiu-jitsu no 16° BPM de Brasilândia.

Hoje com 17 anos, já são seis anos de jiu-jitsu, a casca grossa nunca pensou em desistir do esporte e tem grandes projetos dentro da arte marcial. A Duda tem dois grandes sonhos: ser campeã mundial e ter a sua própria academia.

Rotina de treino

Duda treina de segunda a sexta no período da noite e na parte da manhã treina musculação e crossfit.

A sinistra está no terceiro ano do ensino médio e se dedica ao máximo nos treinos e nas aulas. Ela conta com o apoio dos professores e da direção da escola para sua carreira no esporte.

A faixa azul não tem uma alimentação regrada, mas por causa dos treinos e dos campeonatos busca cada vez mais se alimentar melhor.

Com o campeonato mundial se aproximando, a sinistra está tentando se alimentar melhor para manter o peso e competir o mundial na categoria adulto pena.

O estilo de jogo da Duda é ser passadora e como finalização ela gosta de usar o estrangulamento.

Dificuldades e benefícios na carreira de atleta

A falta de patrocínio e apoio do governo é uma das principais dificuldades para a Duda.

Os benefícios que o jiu-jitsu trouxe para ela são muitos como o autocontrole, disciplina, interação com as pessoas, confiança e o que ela acha mais importante: respeitar as diferenças uns dos outros.

Ela também teve o benefício na parte física, como o fortalecimento do corpo e melhora da saúde.

Inspiração no esporte

As maiores inspirações para a faixa azul são: o seu professor Claudinho, Professor Jucão, líder da equipe Team Jucão Brazilian Jiu Jitsu, Bia Basílio e Gabi Pessanha.

“O que eu mais admiro e vejo que todos tem em comum é a garra e determinação pra conquistar seus sonhos.”

Principais títulos

Campeã Europeia 2019.

Campeã Brasileira 2019.

Campeã Open Florianópolis 2018.

Campeã Open Belo Horizonte 2018.

Campeã Open Salvador 2018.

Campeã Open Brasília 2018.

Tetra campeã Centro Oeste.

Tetra campeã Brasiliense.

Pro Abu Dhabi 2018 e 2019.

O campeonato mais marcante para ela foi o campeonato Brasileiro. No ano de 2018 ela competiu e não conseguiu chegar ao pódio, então se dedicou muito para que no ano de 2019 fosse campeã. Alguns dias antes da luta, a casca grossa estava estourando 2kg na balança e teve que se dedicar e perder poucos dias antes do campeonato. “E mesmo lutando ‘fraca’ e sem me alimentar direito eu consegui realizar um sonho que era ser campeã brasileira.”

A Duda deixa um recado para as meninas que assim como ela têm o sonho de viver do esporte.

Haverão vários obstáculos no caminho e para passar por eles você precisa acreditar em si mesma, você é capaz de tudo.

Qual sua reação

Curtir Curtir
10
Curtir
Amei Amei
27
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
2
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atleta da Semana: Eduarda Santos

log in

reset password

Voltar para
log in