O jiu-jitsu e a mulher


É fácil constatar a eficiência do jiu-jitsu no processo de perda de peso, ganho de massa muscular, fortalecimento da região do core, aumento da flexibilidade entre outros. Nesse sentido ele é perfeito para as mulheres com interesse em aprender autodefesa e a trabalhar o corpo e a mente, melhorando a atenção e concentração no trabalho e nos afazeres do cotidiano, trabalhando também o lado motivacional, cardiorrespiratório e estético. Nesse caso, o mais aceitável é que a mulher vivencie o esporte desde que não deixe de lado a beleza e a graciosidade, atributos associados a uma suposta “essência feminina”.

O jiu-jitsu é um esporte de combate que tinha, até pouco tempo, a predominância de atletas do sexo masculino. O crescente aumento da participação feminina em práticas esportivas que demandam confronto e agressividade demonstram evolução e algumas mudanças comportamentais que estão ocorrendo na sociedade. No Jiu-Jitsu, por exemplo, podemos ver corpos de todos os formatos, cabelos de todos os tamanhos e tipos variados, mulheres que usam maquiagem ou não.

As mulheres são incentivadas a práticas esportivas e corporais que busquem, senão potencializar, pelo menos, evidenciar uma feminilidade normalizada que segundo Goellner:

“somada à beleza e graciosidade, também lhe confira gestualidades e comportamentos considerados adequados à sua natureza”

A moda fitness que vivenciamos atualmente busca a todo o momento novas formas e métodos para alcançar o corpo perfeito, principalmente para o público feminino. Como uma arte marcial desenvolvida para permitir que o mais fraco possa derrotar um adversário fisicamente mais forte, o jiu-jitsu é perfeito para as mulheres com interesse em aprender autodefesa e a trabalhar o corpo e a mente, gerando inúmeros benefícios como: a perseverança, a assimilação da derrota, obtida nos treinos e principalmente através das competições, melhora do sistema cardiovascular e respiratório, pois, o treino de jiu-jitsu conta com muitos momentos de explosão (aeróbicos) aumentando também a queima de calorias.

Como Freitas afirma em seus estudos que em uma aula de jiu-jitsu queima-se de 1.000 a 1.500 calorias em média. Para perder 1kg de gordura, é necessário eliminar ou deixar de consumir 7 mil calorias. Supondo-se um indivíduo com necessidade diária de calorias, ou seja, seu metabolismo basal de 2.200 calorias. Se deixar de consumir 500 e limitar isso para 1.800 calorias, em duas semanas, em média, deverá eliminar por volta de 1kg de gordura.

O crescimento da violência contra a mulher e os benefícios estéticos proporcionados pela arte suave seduziram o público feminino, que pode agregar benefícios físicos a uma prática de defesa pessoal. Segundo Thomas:

“O Jiu-Jitsu é um esporte intelectualizado devido sua complexidade é considerada a luta mais abrangente que existe, pois além de apresentar uma grande variedade de técnicas, ainda apresenta uma complexidade em relação às valências físicas, pois necessita de todas elas ao mesmo tempo e em todos os momentos da luta”.

A arte suave é conhecida por ensinar técnicas que são levadas para a vida real. Assim como ensinado pela Família Gracie, o princípio da arte suave é que o menor e mais fraco consiga se defender de oponentes maiores. Sempre com a mentalidade de que a primeira escolha é evitar o conflito. Seguindo A famosa frase que já conhecemos:

É melhor saber e não precisar do que precisar e não saber!!!

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O jiu-jitsu e a mulher

log in

reset password

Voltar para
log in