Sobre amizades femininas no tatame


As amizades femininas, as amigas, são algo muito importante na vida das mulheres. Para nós o tempo e a distância não importam, se você possui uma amiga que deixou de treinar jiu-jitsu ou mudou de equipe, uma amiga é uma amiga para sempre. Embora possamos passar anos sem nos vermos, nem o carinho e nem à distância irão diminuir. Nós formamos uma irmandade que nos torna fortes. É algo que levamos em nosso DNA coletivo e sempre foi assim. Segundo Jane Fonda:

“As amizades femininas são apenas um salto para a nossa irmandade, e a irmandade pode ser uma força muito poderosa”.

Na realidade, antigamente as mulheres compartilhavam muitas coisas. Elas se alternavam nos cuidados de seus bebês, se reuniam para cozinhar juntas e compartilhavam uma intimidade que só pode ser alcançada através de um vínculo de amizade profundo. Essa vida compartilhada era uma fonte de força e consolo sobre a qual se construía sua vida diária. As mulheres aprendiam umas com as outras, cuidavam umas das outras e podiam contar umas com as outras.

Hoje em dia nós mulheres, vivemos muito mais isoladas e separadas umas das outras. A oportunidade para nos reunirmos são muito mais limitadas. Sendo assim, é no tatame que encontramos nossas melhores amigas, é ali o único tempo que muitas de nós temos para conversar, trocar experiências, ajudar umas as outras e até mesmo muitas vezes é aqui que construímos a nossa família e acabamos agregando mais carinho à essa família diariamente. Mas isso não reduz nossa necessidade de nos sentirmos unidas e de fato, as mulheres que não estão com suas amigas frequentemente ou que perdem o contato sentem um grande vazio interior, difícil de preencher com qualquer outra coisa.

Podemos dizer que as relações sociais que estabelecemos influenciam nossa saúde à longo prazo de maneiras tão poderosas quanto um sono adequado, boa alimentação e a não adoção de hábitos prejudiciais, como fumar. Pessoas que têm relacionamentos satisfatórios com a família e amigos são mais felizes, saudáveis e vivem mais. Sim, você já parou para pensar como você vai alegre para casa depois de treinar a arte suave? Ou melhor, como é legal aquela resenha com nossas amigas pós-treino? É aqui que colocamos a conversa em ordem, falamos de quase tudo na maioria das vezes do que acontece com cada uma de nós.

Não é só a saúde emocional que se fortalece quando as mulheres estão em uma rede de confiança e amor. Quanto mais amigas elas têm, menor a probabilidade de desenvolverem deficiências físicas à medida que envelhecem. Lembrando que a ausência delas é tão prejudicial quanto estar acima do peso ou fumar.

Construir relações com outras mulheres é um poderoso ato feminista. Quando estamos juntas crescemos juntas, e isso, por si só, é uma forma de resistência. O estudo de Stanford diz como é importante para a saúde da mulher ter amigas mulheres. O “girl time” nos faz bem, seja ele presencial ou online. E um ótimo exemplo são os nossos grupos no whatsApp: no meio do dia corrido, entramos no grupo, olhamos as perguntas, olhamos aquela foto do treino, conferimos quem compareceu para treinar e quando uma de nossas amigas não aparece naquela foto, ficamos chateadas e logo já chamamos naquele grupo privado das meninas da academia questionando se houve algum problema. Sim somos unidas, somos dependentes umas das outras e além de tudo precisamos de nossa amiga ali no tatame. Segundo Clarice Lispector:

“Com uma amiga chegamos a um tal ponto de simplicidade ou liberdade que às vezes eu telefono e ela responde: não estou com vontade de falar. Então digo até logo e vou fazer outra coisa.” 

 Tenha amigas para treinar e dividir a sua vida…  amigas tatamísticas mudam vidas!

Ajudar umas às outras nos faz bem!

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre amizades femininas no tatame

log in

reset password

Voltar para
log in