Como combinar os treinos de jiu-jitsu com outras modalidades


Atualmente, devido a rotina diária cada vez mais apertada em função de trabalho, estudos, família, etc, fica cada vez mais difícil de administrar o tempo e conciliar os treinos de quimono com algum tipo de preparação física. Na maioria das vezes, é comum os praticantes chegarem na academia e realizarem uma sessão de musculação e em seguida encarar um treino puxado no tatame, ou mesmo o contrário.

Um dos problemas desse tipo de estratégia está no controle de carga em um treino de jiu-jitsu (quantidade de movimentos – drills, posições, treino específico, lutas) que é difícil de individualizar. Sobretudo quando não há divisão por níveis na academia e, caso já tenha realizado um treino com pesos antes, a percepção de fadiga muscular já será muito maior, o que pode comprometer a qualidade do seu treino e, num pior cenário, aumentar o risco de lesões! Isso ocorre pois, geralmente, na maior parte das academias, os professores costumam iniciar os treinos com uma parte de aquecimento mais puxada.

Do ponto de vista fisiológico, o cenário ideal é realizar as atividades em momentos diferentes do dia, para melhor rendimento e aproveitamento de cada sessão de forma separada. No entanto, como citado anteriormente, essa não é a realidade para maior parte dos praticantes, que tem a prática do jiu-jitsu como hobby e não são competidores assíduos. Nesse caso, o mais importante é realizar uma sessão otimizada de treino na musculação, com maior densidade, ou seja, aproveitando as pausas entre as séries de cada exercício, como por exemplo, realizar um agachamento livre (exercício principal) e durante o que seria a pausa, realizar uma prancha frontal (exercício auxiliar). Isso pode ser uma estratégia interessante para otimizar o tempo de treino na musculação e garantir um intervalo antes do treino com quimono.

IMPORTANTE: procure o profissional responsável pela sua academia para melhor orientá-lo na estruturação do programa de treino!

Outra estratégia importante para conseguir render bem nos treinos é a boa nutrição. A oferta de nutrientes adequados, de qualidade e boa procedência, é fundamental para garantir a fonte de energia necessária e também contribuir para uma recuperação otimizada. Sobretudo nesse caso de um treino após o outro, ainda mais se você já encarou uma rotina de trabalho ou estudos durante o dia ou esteja há muito tempo sem se alimentar. Aqui novamente vale o lembrete: busque orientação e suporte com um profissional da nutrição para adequar sua ingestão calórica para dias como esse.

Uma última dica: saiba escutar seu corpo. Em dias que estiver muito cansado, descanse! A recuperação também faz parte da rotina de um programa de treinos e contribui para bons resultados!

Bons treinos e até a próxima!

OSS

Qual sua reação

Curtir Curtir
5
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como combinar os treinos de jiu-jitsu com outras modalidades

log in

reset password

Voltar para
log in