O jiu-jitsu feminino nos campeonatos


O jiu-jitsu é uma arte marcial que se expandiu muito nos últimos anos e junto com isso um crescente números de competidores, inclusive mulheres. Mesmo que ainda com um número bem inferior aos homens, as mulheres têm se animado a encarar os múltiplos desafios que surgem antes, durante e depois dos campeonatos.

Sim, porque quem compete sabe que a maior adversária de uma competidora não é a outra lutadora, mas a nossa mente, o nosso diálogo interno. Quando a pessoa se dedica, treina com disciplina, sabe o que quer, entra no tatame focada no objetivo e com a mente limpa, a chance da vitória vir é bem maior.

Porém, como o número de praticantes  mulheres ainda é inferior ao dos homens, o que muitas vezes acontece é que elas treinam a maior parte do tempo com homens e chega na hora do campeonato e se surpreendem porque o jogo deles acaba sendo diferente do das suas adversárias.

Por isso é tão importante pra nós mulheres que existam treinos femininos, pois rolando com uma mulher se sabe como está a nossa evolução. Na maioria das vezes, não existe um tratamento “diferenciado”, como homens que te aliviam ou te tratam como “café com leite”. Treinando entre as mulheres, isso não acontece tanto.

É importante que haja um movimento maior da nossa parte, pra que juntas nós consigamos evoluir. Seja para estimular as colegas a treinarem mais, seja para marcar treinos em horários alternativos pra que mais mulheres possam treinar juntas, seja para ir apoiar a colega que for competir, ou até mesmo para apoiar as próprias adversárias. Sim, apoiar as adversárias porque sem elas não há luta!

É notável o respeito que existe entre as competidoras nos campeonatos. Antes das lutas claro que tem aquela adrenalina, o momento da concentração, de se focar no objetivo. Mas assim que acabam as lutas sempre tem aquele momento mais descontraído, uma conversa rápida que torna tudo mais leve e gratificante.

É de uma grandeza e de uma sabedoria da parte das mulheres de saber que a rivalidade só existe dentro do tatame e quando a luta termina o que fica é o aprendizado e às vezes até amizades.

O jiu-jitsu esportivo feminino vem evoluindo bastante, cada vez mais as atletas estão se dedicando com mais seriedade, indo atrás de apoios e patrocínios e alcançando bons resultados em campeonatos. Que junto com esse movimento os patrocinadores e apoiadores enxerguem que pode ser muito válido apoiar atletas femininas, competidoras que trazem resultados bons e não apenas apoiar atletas pela sua beleza.

Que cada vez mais as mulheres acreditem na sua capacidade, participem de competições, vivenciem essa experiência que não é nem um bicho de sete cabeças e que acaba sendo de tanta importância pra evolução do jiu-jitsu de cada uma e também do jiu-jitsu de uma forma geral.

Qual sua reação

Curtir Curtir
1
Curtir
Amei Amei
12
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O jiu-jitsu feminino nos campeonatos

log in

reset password

Voltar para
log in