Você é incrível!


Eu não vim aqui para falar sobre algum tema especifico sobre o jiu-jitsu feminino, mas para falar sobre as jiujiteiras! O jiu-jitsu ainda hoje é composto na maioria por praticantes do sexo masculino. As mulheres têm ganhado aos poucos seu lugar, mas ainda é uma luta longa e constante para serem vistas.

Cada mulher entra no tatame por um motivo diferente, desde emagrecimento até defesa pessoal, algumas vezes em decorrência de algum trauma. Cada uma, com seu objetivo particular, entra nesse mundo que cheira a testosterona e de cara muitas vezes já encontra colegas que chegam com piadinhas ou que querem se prevalecer. As dificuldades para as mulheres dentro do tatame são muitas, mas nem isso nos faz desistir.

As dificuldades para as jiujiteiras começam muitas vezes por sua estatura menor e a falta de companheiras para treinar. Colegas que acreditam que por ser mulher o rola vai ser mais tranquilo, outros que acreditam que uma mulher que pratica jiu-jitsu não pode ser feminina, ou que acham que a mulher que entra no tatame está “procurando macho” e tantas outras coisas que as pessoas ACHAM sobre as mulheres que praticam jiu-jitsu.

Felizmente, o cenário do jiu-jitsu feminino tem mudado com o passar dos anos e hoje está muito mais acessível a nós. Mas ainda assim precisamos reafirmar dia após dias: não desista, você e incrível.

Por muitas vezes pensamos em desistir. Por não conseguir aplicar ou entender determinado golpe, por não conseguir aplicar força contra determinada pessoa, por ser vítima de olhares atravessados e risadinhas no tatame. Mas pense que a cada pedra que aparecer no caminho você estará construindo a sua escada para alcançar a tão almejada faixa preta.

O caminho para se tornar uma faixa preta pode ser árduo, mas lindo! A cada grau conquistado, a cada faixa trocada você está vencendo muito mais do que imagina. Está vencendo a força bruta, os preconceitos, o rebaixamento, as piadinhas, as pessoas inoportunas e está mostrando a sua força em cada vez que você levanta e amarra sua faixa na cintura novamente.

Há muitos exemplos hoje de faixas pretas que lutaram contra todos esses pré-conceitos, mas você já pensou em quantas mulheres existem por aí praticando jiu-jitsu e que pensam em desistir por falta de uma colega para treinar? Que pensam em desistir por não aguentar mais as indiretas e os olhares de rebaixamento? Que pensam em desistir por falta de incentivo dos colegas? Que pensam em desistir por não desenvolver algum golpe durante o rola?

Para todas essas mulheres que por um segundo que for pensaram em desistir, por favor, não desistam. Pode parecer que nesse momento está difícil, que você não vai conseguir passar por todas essas pedras. Mas vai conseguir sim! E vão aparecer muitas outras pedras, talvez ainda maiores durante seu caminho, mas utilize-as para subir cada vez mais alto.

Você é forte sim! Inteligente e capaz de ir onde quiser e fazer o que bem entender. E se algum dia alguém disser a você que não vai conseguir, que você é fraca, saiba que o que essa pessoa está falando diz muito mais sobre ela mesma do que sobre você.

Mulheres podem ser delicadas ou femininas (se assim quiserem), mas também somos fortes, incríveis e maravilhosas.

Vai lá, destrói no treino! Dê sempre o seu melhor, saiba que existem muitas outras por aí vivendo a mesma batalha que você e lutando junto com você.

Qual sua reação

Curtir Curtir
2
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é incrível!

log in

reset password

Voltar para
log in