Atleta da Semana: Maria Clara Quintino


Faixa cinza da equipe Atos de Mogi das Cruzes, Maria Clara Quintino treina há dois anos, compete há pelo menos um ano e meio e possui um total de 21 medalhas.

Seu primeiro treino foi aos seis anos de idade em um projeto próximo a sua casa. Lá permaneceu por seis meses, porém com o encerramento do projeto não conseguiu dar  sequência no esporte. Voltou aos tatames com oito anos na Academia Arena Extreme (Equipe Atos Mogi) com o sensei Cláudio Leon e desde então não parou mais.

Confira a entrevista:

Quem te incentivou a praticar jiu-jitsu?

Meu tio Alex quando me via brincando falava que eu tinha muita elasticidade e que por isso eu deveria fazer jiu-jitsu. Ele que me levou ao projeto para fazer meu primeiro treino, lembro que teve o treino, lanche e depois brinquei com as crianças.

Você voltou a treinar aos oito anos de idade e em seguida começou a competir. Você sempre quis ser competidora?

Desde que voltei a treinar sempre quis competir.

Como foi seu primeiro campeonato?

Foi no final de 2017, eu estava muito nervosa, não tinha ninguém na minha chave e acabei fazendo uma luta casada.

Foram quantos campeonatos até hoje?

Participei de vinte e um campeonatos, tenho 18 medalhas de ouro, 2 de bronze e 1 de prata.

Qual foi o campeonato mais difícil que você lutou?

Acredito que o Campeonato Paulista tenha sido o mais difícil por conta da diferença de faixa.

Qual sua finalização preferida?

Armlock.

Quem são suas referências no esporte?

André Galvão, Jonnatas Gracie, Kaynan Duarte, Kyra Gracie, Monique Elias e Larissa Martins.

Como é a sua rotina de treinos?

Faço musculação duas vezes por semana, treino de drills três vezes por semana e o jiu-jitsu seis vezes por semana. Vou pra escola de manhã, chego na academia às 16h e saio às 21:30. Meu sensei e minha avó me ajudam com a alimentação e meus tios sempre me acompanham nos campeonatos.

Quais seus próximos campeonatos?

Tenho uma luta casa no próximo sábado (06/07) e vou lutar Sul-Americano no Rio de Janeiro.

Deixe uma mensagem para os pais que pensam em colocar suas filhas no jiu-jitsu.

O jiu-jitsu é um esporte para todos. Deixem de lado essa ideia de que não é um esporte para crianças e incentive sua filha a ir para o tatame.

Qual sua reação

Curtir Curtir
5
Curtir
Amei Amei
15
Amei
Haha Haha
1
Haha
uau uau
3
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atleta da Semana: Maria Clara Quintino

log in

reset password

Voltar para
log in