Seriam os campeões mundiais os melhores?


Um dos torneios mais prestigiados do mundo do jiu-jitsu é o Campeonato Mundial da IBJJF que será disputado este ano em Long Beach entre maio e junho. Anualmente vemos inúmeras pessoas da arte suave juntando dinheiro, fazendo preparação física, se submetendo a dietas especiais, aumentando o número de treinos e tantas outras coisas para se preparar para este campeonato.

Não é raro vermos “vaquinhas” para arrecadar fundos, pessoas vendendo doces e outras comidas para angariar verbas e inúmeros outras maneiras de juntar verba o suficiente para passagens, alimentação, hospedagem e inscrição.

Os gastos

Pessoalmente, eu nunca fui no Mundial, apesar de sonhar com isto. Quem sabe uma hora consigo economizar o suficiente para realizar este sonho e disputar este torneio. E, por ter este desejo, venho acompanhando as estimativas de gastos. Vamos fazer uma conta rápida e teremos uma ideia de quanto precisamos para este sonho.

Passagens aéreas têm variado muito os valores, mas tem saído entre R$ 2.500 e R$ 3.500, dependendo da cidade de onde se inicia o deslocamento. Naturalmente, estes valores podem vir a ser menores se conseguirmos comprar em uma promoção. Costumo acompanhar de perto isto. Saindo de Brasília os trechos já estiveram em torno de R$ 1800,00 em uma mega promoção.

A hospedagem com alimentação pode ser arranjada em torno de U$ 100,00 por dia. Certamente pode ser menos e, com certeza, pode ser bem mais também. É comum se conseguir hospedagens com preços mais acessíveis. Mas há de se considerar que quem viaja para pode ter vontade de ficar mais alguns dias além do torneio para passear e relaxar. Com isto haverá um aumento natural nos gastos.

Se você não tem visto, coloque mais R$ 600, aproximadamente, com o processo para conseguir o mesmo. Isso considerando que não haverá necessidade de viajar, se você não estiver em uma das cidades onde se aplica para o visto. Se houver necessidade de emissão do passaporte, os custos ficam em torno de R$ 250. Notamos que o total não é barato para quem não tem patrocínio, assim como eu também não tenho.

Os campeões profissionais

Perguntamos no título do texto se os campeões mundiais seriam de fato os melhores do mundo. Esta pergunta não tem uma resposta direta e simples, mas vamos tentar não fugir dela.

Quando consideramos atletas faixas preta de ponta como Tayane Porfírio, Claudia do Val, Bianca Basílio e tantas outras, bem como Marcus Buchecha, Leandro Lo, Felipe Pena e outros, também devemos considerar a questão do patrocínio. São pessoas que vivem e respiram o esporte. Seus sustentos vêm disto e, portanto, bons desempenhos em competições como o Mundial são fundamentais para manutenção dos patrocinadores. Há uma série de fatores que influenciam um(a) atleta na conquista do título mundial, mas estas pessoas que sempre vemos nas mídias esportivas estão com certeza entre as melhores.

Os campeões amadores

Agora quando consideramos reles mortais como eu e, talvez, assim como vocês que me leem hoje, o quadro de realidade é bem diferente. Primeiramente há, para grande maioria das pessoas, o fator limitante financeiro. Os custos para participação deste evento são altos demais. Além disto, para nós que não vivemos do esporte, temos que considerar o trabalho, os tempos que podem não ser disponíveis para um treino a mais, a alimentação que nem sempre é bem orientada e tantas outras coisas.

 Já lutei (mais de uma vez) contra campeões mundiais da minha categoria (ou próximas quando luto absoluto). Já tive experiência de vencer e de ser vencido. E qual o sentimento que tenho destes resultados? É de que eu, assim como qualquer pessoa que se dedica aos treinamentos, poderia chegar lá com chances de conquistar o título.

Muitas pessoas que são dedicadas ao esporte, que têm técnica e garra e que têm brio de uma pessoa campeã, muitas vezes não consegue disputar o Campeonato Mundial principalmente por não ter condições financeiras para tal. Mas que sabemos que não deve em nada para quem levou o título. Por enquanto permanece um sonho disputar este torneio, mas quem sabe um dia este sonho se torne realidade. Não desistam de seus sonhos!

Conclusão

É muito importante se frisar que, de forma alguma, devemos desmerecer quem venceu lá. Há muito mérito nisto. Muito mesmo! Creio que este é um sonho compartilhado por muitos praticantes da arte suave. Por enquanto, o Campeonato Mundial pode ser um dos mais cobiçados e até mesmo ser um dos mais charmosos torneios do mundo do BJJ. Contudo, está longe de ser um dos mais acessíveis para grande maioria dos atletas.

Bons treinos! Oss!

_____ – _____

Assessoria de Atletas

Um dos nossos serviços aqui no BGM é a assessoria de atletas. Está precisando dar um up nas suas redes sociais, ajuda para buscar patrocínios e melhorar sua imagem como atleta? Venha fazer parte desse time de atletas assessorados. Mande uma mensagem para saber mais!

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seriam os campeões mundiais os melhores?

log in

reset password

Voltar para
log in