A importância dos projetos sociais


Os projetos sociais ajudam os alunos terem uma oportunidade diferente, fazendo muitos encontrarem dentro do esporte uma mudança de vida. Normalmente os projetos contam com a ajuda de doações e professores voluntários.

Muitos projetos exigem a matrícula e a presença em sala de aula, ou seja, os alunos tem que se esforçar na escola para poder frequentar as aulas de jiu-jitsu. É muito importante dar oportunidades a crianças e jovens em situações de vulnerabilidade social, levando para dentro de um tatame. Lá, começam a crescer com uma visão de mundo totalmente diferente da própria realidade e enxergam outras possibilidades para seus futuros.

A arte marcial também pode ajudar em casos de doenças como a depressão e ansiedade. Na adolescência e infância esse trabalho para auxiliar na melhora do psicológico é fundamental, já que esses tipos de transtornos podem ser melhor trabalhados e curados antes da vida adulta. A atividade física é de grande ajuda nesse conjunto.

Benefícios dos projetos sociais

O Projeto Impacto é um projeto de parceria com a Igreja Aba e a equipe Behring Jiu-Jitsu de Itararé – SP. A parceria tem a ideia de agregar cada vez mais adolescentes para dentro do tatame, onde eles tem aulas toda terça, quinta e sábado contando com a ajuda de Hiago Proença, faixa roxa e Paulo Forcinetti, faixa marrom, da Behring.

Laura Vitória tem 17 anos e é aluna do projeto Impacto de Itararé – Sp e conta que jiu-jitsu mudou sua vida. “Não me deixa ficar pensando besteira, eu sempre tenho aonde ir e não fico sem fazer nada. Chego da escola e já me ocupo com o compromisso das aulas.” A Laura conheceu o projeto por meio de colegas que frequentam as aulas.

A professora do projeto Samurais de Cristo, em conjunto com a Igreja Universal, Amanda de Luna, faixa preta da equipe Gracie Humaitá do Maranhão conta um pouco da sua experiencia – “A grande importância no meu ver é mostrar que com o esporte você pode vencer, sem estar na rua fazendo coisas não muito legais. Pois lá ensino não só a arte marcial, mas como ser um grande samurai, prezo muito pela conduta dentro e fora do tatame. Esse mês eles participarão da primeira competição, e é muito gratificante. Acho que todo mundo precisa fazer parte de um projeto social como aluno, professor ou voluntário, pois você cresce como ser humano.”

Professora Amanda de Luna

Como fazer parte de um projeto

Um projeto social não é feito somente de professores e alunos, também precisa de doações para manter as despesas como luz, água, manutenção do espaço. Além disso, materiais de treino como placas de tatame, kimonos, faixas.

Colaboradores: Se você não pode ajudar com uma quantia por mês pode fazer a diferença de outras formas, como doando um kimono. Muitas pessoas entram no projeto sem kimono para treinar e não têm condições de comprar um.

Professores: procure o responsável pelo projeto e ajude a fazer parte como voluntario, o seu conhecimento pode mudar muitas vidas.

Aluno: procure na sua cidade as academias que são vinculadas com projetos socias e dê o primeiro passo para mudar a sua vida.

_____

De Olho no Atleta

Com o De Olho no Atleta, damos uma atenção especial a você nos campeonatos, fazendo a cobertura fotográfica exclusiva da sua luta. Próximos campeonatos: Curitiba Open e Brasileiro CBJJ. Entre em contato para garantir sua vaga: 11 94155-5888 | 21 99466-6040.

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A importância dos projetos sociais

log in

reset password

Voltar para
log in