Recuperando o gás nos treinos


thumbnail-caption

É comum que ao iniciar no jiu-jitsu a gente sinta falta de ritmo nos primeiros treinos. Isso se dá tanto pela adaptação do corpo a uma nova atividade, quanto pelo sedentarismo. Porém, se a falta de gás permanece mesmo quando nos mantemos constantes nos treinos alguns itens devem ser considerados.

Lembrando que uma aula de jiu-jitsu se enquadra em um treino de alta intensidade, portanto o desgaste é perfeitamente normal. O alerta é quando esse cansaço se torna frequente e compromete nosso rendimento.

Então, vamos falar sobre algumas coisas que podem te ajudar a melhorar o gás e o rendimento nos treinos.

Alimentação de qualidade

Comer muito não é sinônimo de comer bem, comer pouco também não. Devemos nos atentar não somente a tendências alimentares, quantidades e intervalos entre as refeições, mas às necessidades do nosso corpo e se elas têm sido supridas.

Caso perceba quedas bruscas de energia/fôlego, fome constante, sensação de que não se sente satisfeito mesmo após as refeições, fadiga crônica e dores de cabeça é recomendável procurar um profissional que te ajude a identificar se o seu corpo tem insuficiência de algum nutriente ou vitamina.

Dormir

Mesmo com a rotina acelerada e todos os compromissos, dormir é indispensável, concordam? Mas quando falo de dormir, falo de realmente acordar com a sensação de que você descansou. Pois, muitas pessoas dormem, mas acordam cansadas (com a sensação de que não dormiram).

Estipular um horário para se deitar, deixar o ambiente totalmente escuro, evitar refeições pesadas duas horas antes de dormir e tomar um pouco de chá podem te ajudar a desfrutar melhor desse tempo.

Descansar

Por mais que a gente queira estar ativo o tempo todo e ter um rendimento de qualidade, precisamos entender a hora de se recompor. No meio de tantas atividades que exigem o máximo da nossa mente, do nosso corpo e até das nossas emoções, não descansar pode ser prejudicial.

Se não descansamos por bem, descansamos por mal. Isso porque nosso corpo começa a sentir os impactos do esgotamento e além de comprometer nosso rendimento, ficamos mais propensos à fadiga e ficamos doentes com mais facilidade.

Suplementar

Dependendo do caso, é necessário suplementar. Nessa situação o ideal é procurar um nutricionista que saberá a maneira de identificar se há essa necessidade de suplementação. E caso tenha, qual a melhor forma de fazê-la.

É comum ver atletas e competidores suplementando. Porém, além deles, algumas pessoas podem apresentar quadros específicos em que o organismo não absorve de forma eficiente alguma vitamina específica ou até mesmo por conta de deficiências alimentares a longo prazo.

Então, não se desespere ao se sentir fadigado no treino (ainda mais nesse calor). Mas, se perceber uma queda brusca no seu rendimento de forma constante e a longo prazo, pode ser necessário fazer algumas mudanças na sua rotina e até mesmo procurar um profissional capacitado pra te ajudar.

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recuperando o gás nos treinos

log in

reset password

Voltar para
log in