Pode treinar usando piercing?


A resposta para essa pergunta é: pode. Mas pode machucar também!

Tenho visto muitas pessoas treinando com piercings ultimamente, por isso resolvi escrever este texto para deixar um alerta aos veteranos, que podem nos ajudar a instruir os novatos, e para instrui-los com base na minha experiência.

Eu tenho dois piercings que ficam muito expostos nos treinos: umbigo e nariz, e já os tinha quando comecei a treinar. A partir daí posso citar vários momentos de enrosco, e por este motivo comecei a tirá-los antes de subir no tatame. Pode parecer bobo para quem já está no jiu-jitsu há bastante tempo, mas para quem está chegando, enxergar o risco que está por trás de um simples apetrecho no rola pode não ser tão trivial. Alguns mestres até comentam sobre o uso de brincos, alianças, pulseiras etc, mas acabam se esquecendo ou até mesmo não reparando nos piercings, e como fazem parte de nós, acabamos esquecendo também.

Quando comecei a treinar, nenhum piercing fazia diferença nos rolas, mas me lembro do primeiro treino no-gi, lá a coisa foi diferente. Depois desse dia eu comecei a ficar mais esperta, mas mesmo assim relutei em tirá-los, e a solução, na época, foi colocar um pedaço daqueles esparadrapos transparentes que mulher gosta de usar nos pés para evitar bolhas de sapatos. E até que deu certo, pois evitava que eu me enroscasse neles, mas foi só até eu começar a esquecer de levar o esparadrapo ou de colocá-lo! A partir daí, decidi me dedicar 100% nos treinos sem precisar me preocupar se teria um umbigo ou um nariz rasgado, então todos os dias eu tiro tudo e coloco no final do treino.

A ordem natural do jiu-jitsu é que a cada dia que passa você seja mais cobrado, se esforce mais e tenha treinos mais duros, então é normal não acontecer nada com os piercings no começo da sua caminhada, mas tenha certeza que quanto mais casca grossa você ficar, mais problemas terá com isso.

E para falar sobre o tema, conversamos com a Leila, Body Piercer que atende em Juiz de Fora – MG. Ela nos contou que o body piercing (corpo perfurado) é usado há mais de dois mil anos e que nada mais é que um objeto, assim, ao colocá-lo o corpo precisará se acostumar com o “intruso”, e é nesse momento que precisamos de muito cuidado, incluindo o afastamento dos treinos por um tempo. E essa adaptação é variável de um corpo para o outro.

Nosso corpo não está preparado para recebê-lo e precisa se adaptar. Sendo assim, ao aplicar uma joia nova, aconselhamos evitar os treinos por alguns dias. A adaptação e cicatrização de um piercing leva de 01 a 12 meses, dependendo do local aplicado. Mas quando a pessoa toma os cuidados necessários e aconselhados pelo piercer, em torno de uma semana é possível retornar as atividades diárias.

Para quem pretende fazer o mesmo que eu (tirar as joias para treinar), preparamos uma tabela com o tempo de cicatrização de determinadas partes do corpo, e segundo nossa especialista, após esse período já podemos realizar a troca das joias. Porém, ficar sem elas, mesmo que por algumas horas, pode ter uma variação de resultados.

 

tabela piercing

Algumas pessoas, logo ao tirar a joia já têm muita dificuldade em colocá-la de volta. Conheço casos de pessoas que precisaram passar pela perfuração novamente após poucas horas sem a joia. Isso é muito relativo, por isso antes de tirar sua joia ou voltar aos treinos após a perfuração, converse com um body piercer de sua confiança.

O tempo que consideramos a cicatrização e o tempo indicado para troca das joias são diferentes. Só depois de um longo período o corpo realmente aceita a joia como um adorno bem-vindo.

Se você é daqueles que não fica um dia longe do tatame, pense muito bem antes realizar qualquer perfuração, e lembre-se: piercing dá trabalho!

OSS.

Qual sua reação

Curtir Curtir
5
Curtir
Amei Amei
11
Amei
Haha Haha
1
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
1
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 2

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pode treinar usando piercing?

log in

reset password

Voltar para
log in