Atleta da Semana – Entrevista exclusiva com Bruna Ribeiro


Fala galera, tudo bem? O Atleta da Semana de hoje recebe a querida Bruna Ribeiro, atleta Faixa Preta Atos Jiu-Jitsu, coordenadora técnica da Team Nogueira Ribeirão Preto. Ela contou pra gente um pouco sobre seus campeonatos, sua equipe,  deu sua visão sobre o Jiu Jitsu feminino e muito mais. Boa leitura!

BJJGM – Qual seu jogo favorito jiu jitsu?

Bruna: Apesar de iniciar a maioria das minhas lutas puxando para a guarda, eu gosto muito do jogo de passagem.

BJJGM – Você tem uma hashtag #stronginside, fale mais sobre ela.

Bruna: Minha história de vida trouxe muitas situações de superação pessoal, a principal delas foi passar pelo luto da perda da minha mãe 15 dias após eu ser graduada a faixa preta. Sabe aquele momento em que nos encontramos diante da maior dificuldade e mesmo assim não desistimos? Você pode chamar de fé, força de vontade, motivação, esperança, sonho, qualquer coisa que não te faça desistir! Eu digo sempre que ser forte é muito mais do que aparência, então #stronginside é ser forte por dentro. A hashtag já virou camiseta e assunto de palestras!

BJJGM –  Como foi participar do desafio na Copa Kings?

Bruna: Foi uma honra fazer a super luta da Copa Kings! A regra era diferente, o que me motivou muito nos treinos. Perdi na pontuação, mas senti muita diferença na minha agressividade, buscando a finalização nos primeiros 5 minutos (que valia somente a finalização). Fui com muita sede ao pote! Mas valeu demais, o público gostou muito. O evento é diferenciado no Brasil e veio para valorizar os atletas brasileiros com boas premiações, deram atenção especial ao jiu-jitsu feminino, foi organizado, enfim, o público assistiu ótimas lutas, inclusive, entre atletas que fizeram a final do absoluto feminino marrom no Pan 2016.

BJJGM – Qual sua estratégia pra driblar o nervosismo nas competições?

Bruna: Acho que não existe fórmula, e talvez nem dê pra driblar o nervosismo de fato, mas você tem que encontrar maneiras de controlá-lo. Um dia antes eu gosto de assistir lutas de atletas que me inspiro, no dia do campeonato, tento esvaziar a mente e me concentrar apenas na luta.

BJJGM –  Como foi que aconteceu a sua parceria com a Team Nogueira?

Bruna: Eu estudei na UFSCar, fiz graduação, pós e mestrado em Educação Física, um dos sócios da unidade Ribeirão Preto era meu colega de turma e meu preparador físico. Ele me convidou para fazer a seleção dos professores e coordenar a equipe. Como eu estava recém operada do joelho, pensei bem sobre o futuro, em uma oportunidade de trabalhar unindo minhas duas formações, tanto a acadêmica quanto a no jiu-jitsu.

BJJGM – Quais os atrativos da sua turma de mulheres?

Bruna: A maioria das minhas alunas procuraram o jiu-jitsu como atividade física, para melhorar sua qualidade de vida. Acho que o fato de ser eu, uma mulher dando aula, facilita a quebra do paradigma de que jiu-jitsu ou qualquer luta é esporte masculino. Nós atletas, temos essa consciência, mas o público comum, ainda tem receio de iniciar.

BJJGM: Você acha que sua formação acadêmica em Educação Física te abriu portas  no jiu- jitsu?

Bruna: Sim, a oportunidade de coordenar a Team Nogueira Ribeirão veio pela união das duas formações. O curso também me trouxe recursos didáticos, de ensino-aprendizagem, biomecânicos entre outros que me ajudam durante minhas aulas de jiu-jitsu.

BJJGM: Você ja teve vontade ou recebeu propostas para dar aulas fora do Brasil?

Bruna: Já tive vontade e cheguei a fazer fazer alguns contatos com amigos que tem academias fora do Brasil. A diferença em como as pessoas valorizam e vivem de jiu-jitsu aqui e fora do país é gritante.

BJJGM: Você recebe consultoria de um coach, fale da importância desse profissional na sua vida dentro e fora dos tatames.

Bruna: A Team Nogueira Ribeirão fez um trabalho de acompanhamento com uma coach, a Thalita Magalhães. Foi uma experiência positiva, é uma visão profissional externa que te auxilia a enxergar certas coisas. Fiz o curso de Lider Coaching três vezes e tenho me interessado por cursos que abordam o assunto. O último que fiz foi o de Neuroliderança, ministrado pelo Dr. José Chavaglia Neto, nosso aluno faixa preta e expert no assunto, tem surtido efeito no meu trabalho e organização pessoal. Mas não posso deixar de mencionar meus coaches no tatame, principalmente a Angélica Galvão que pra mim é um exemplo, além de sinistra!

BJJGM:  Você faz alguma dieta regularmente ou quando esta perto das competições?

Bruna: Eu mantenho uma alimentação saudável normalmente, mas quando tenho uma competição em vista, sigo o que minha nutricionista recomenda de acordo com a minha rotina de treinos, tanto para adequar a categoria de peso como para chegar com melhor rendimento físico.

BJJGM: Você tem algum segredo “menininha” pra contar? Cuidado com os cabelos, unhas ou um simples rito de bem estar?

Bruna: Tomo os cuidados usuais, pinto as unhas para lutar e tal! Adoro cremes de corpo e perfume, então mesmo para treinar acabo passando! Não é um segredo menininha, mas algo que para mim é de suma importância: eu não consigo usar o mesmo kimono duas vezes! Esse negócio de deixar secar o kimono e usar novamente é desesperador!

BJJGM: Na sua opinião, é possível viver do jiu jitsu no Brasil?

Bruna: Acho possível sim, mas tenho em mente que em qualquer lugar você tem que buscar o diferencial, caso contrário, será apenas mais uma no meio do bolo. Para se destacar em qualquer área, é preciso sair da zona de conforto e buscar algo a mais.

BJJGM: Quais são os próximos planos da Atleta Bruna Ribeiro?

Bruna: Pretendo lutar o Brasileiro e o São Paulo Open, algumas super lutas também e ministrar seminários.

BJJGM: Você possui alguma rivalidade no esporte? Alguma adversária já te tirou do sério?

Bruna: Não tenho rivalidade com ninguém especificamente, acho que cada luta é uma oportunidade que a vida me dá de aprender. Claro que lutar com uma adversária mais de uma vez te faz avaliar, estudar mais, acaba sendo uma motivação. De maneira geral acho que se a rivalidade existe apenas dentro do tatame, ela pode ser sadia, te fazer melhorar e evoluir como atleta.

E aí, gostaram? Quem você gostaria de ver no nosso quadro? Até semana que vem. Oss!

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atleta da Semana – Entrevista exclusiva com Bruna Ribeiro

log in

reset password

Voltar para
log in