Amor que transforma uma vida


Nosso primeiro post vai falar sobre o amor pelo esporte, que é capaz de transformar toda uma vida.

Nika Schwinden, faixa roxa da equipe Checkmat e bi campeã panamericana, trabalhava como psicóloga, e de tão apaixonada pela arte, trocou a profissão e hoje é instrutora de jiu jitsu para mulheres e cuida de uma turma em Curitiba. Nika recentemente deu uma entrevista para o Globo Esporte, e falou sobre o aumento das mulheres nas academias de jiu jitsu, e diz que a didática para mulheres é diferente, pois precisa de todo um ‘tato’.

Na reportagem, é possível ver crianças, adolescentes, mães e mulheres de todas as idades treinando bem duro. Detalhes a parte, todas se preocupam com o cabelo, kimono e unhas, em meio à um treino regado a bastante força física, técnica e resistência. Realmente, muita mulher junto não é fácil, mas o tatame fica a coisa mais linda quando está repleto da presença delas.

Nika conta ainda que está se preparando para o campeonato mundial de master, que vai ser em setembro – e sua preparação começa meses antes, com alimentação regrada, treinos duros e muita disciplina.

Para ver a matéria na íntegra, clique aqui. 

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amor que transforma uma vida

log in

reset password

Voltar para
log in