Inspiração dentro e fora do tatame: Quênia Victor, para-atleta de jiu-jitsu


Quênia Victor é para-atleta de jiu jitsu, faixa azul e aos 2 anos de idade sofreu uma amputação traumática no antebraço direito. Ali dava início uma nova fase cheia de desafios.

Quênia conta que sempre teve vontade de praticar uma arte marcial, mas o preconceito vinha de si mesma, da vergonha e do medo de não conseguir.

Até que um dia abriu uma academia de jiu-jitsu próximo a sua casa, e fez renascer toda a vontade de praticar uma arte marcial. Então, com mais de 30 anos, tomou coragem e foi até lá provar que nunca é tarde para começar um sonho:

“Fui super bem recebida pelo professor, e no outro dia eu já estava de kimono novo e na aula”, conta Quênia em bate papo conosco.

De lá pra cá, ela vem colecionando vitórias dentro dos tatames e em seu dia a dia. Treinando forte para competições, em que ela compete com atletas sem deficiência também, adaptando os golpes junto a seu professor, tornando seu jiu-jitsu mais eficiente nos combates.

“Estou sempre ajustando as posições com meu professor Flavio Teixeira da Kimura BH, faço competições também contra gente sem deficiência, mas hoje graças a Deus temos a UAE que trouxe espaço para os para-atletas, nos faz sentir mais valorizados.”

Quênia ainda falou que uma das principais lutas que ela enfrenta é a da maioria dos atletas, conseguir patrocínios e apoiadores para seguir mantendo as competições.

Neste domingo (18) ela luta o Grand Slam do Rio de Janeiro realizado pela UAE, compete na categoria para-atleta e na categoria normal, e já está se preparando para buscar o Word Pro do próximo ano em Abu Dhabi.

“Sobre o parajiu-jitsu, evoluímos muito rápido principalmente neste último ano. No Grand Slam do Rio 2017 éramos duas mulheres e neste ano de 2018, seremos sete mulheres. Minha intenção é deixar um legado como exemplo e motivação para os futuros paratletas e que nenhuma deficiência te impede de praticar o jiu-jitsu. Meus planos são continuar competindo e disputar novamente o Abu Dhabi World Pro em 2019 e dessa vez trazer ouro para o Brasil.”, enfatizou a atleta muito motivada.

A Quênia nos inspira a continuar batalhando por nossos sonhos. Sucesso na caminhada!

Qual sua reação

Curtir Curtir
2
Curtir
Amei Amei
4
Amei
Haha Haha
1
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inspiração dentro e fora do tatame: Quênia Victor, para-atleta de jiu-jitsu

log in

reset password

Voltar para
log in