Jiu-jitsu feminino e o Mestre Armando Wriedt (parte I)


Recentemente tive o imenso prazer em conhecer o Mestre Armando Wriedt que está completando 94 anos. E mais que o prazer em conhecer essa lenda viva do jiu-jitsu, ainda tive a felicidade em ter uma aula com ele. Mestre Armando foi treinado diretamente pelo Mestre Hélio Gracie e recebeu a sua faixa vermelha do lendário Gracie. Um dos sete privilegiados que tiveram essa honraria.

Na década de 70 se mudou para Brasília e, além de trabalhar no TST, foi ministrar jiu-jitsu com o consentimento de seus professores, os quais reconheciam o talento do Mestre Armando para ensinar. Sua clientela era a mais diversifica e até mesmo agentes do FBI receberam treinamento direto do ilustre professor. Atualmente ele vive em uma chácara aos arredores de Brasília, onde leva uma vida simples e bucólica. Aos sábados ensina jiu-jitsu pela parte da manhã.

As aulas para as mulheres

Mestre Armando ministra aulas de uma forma muito peculiar. A atenção que ele dá aos poucos que vão em suas aulas é muito individualizada. O Mestre presta atenção nos mínimos detalhes do que está assistindo e corrige a todos o tempo inteiro. A técnica tem que ser bem executada para funcionar.

Apesar de ser um pacifista e acreditar na não-violência, a lucidez do Mestre quanto ao mundo é grande: O mundo é agressivo, em especial com as mulheres. E, desta forma, percebe-se o quanto o experiente professor exige de suas alunas. Acompanhei o treinamento de uma aluna faixa marrom. Os detalhes são observados e falados a exaustão. O Mestre segue o programa de ensino à risca e cobra que seja lhe apresentado posição por posição. E há sempre detalhes sendo corrigidos.

A defesa pessoal para as mulheres

A ênfase de seus ensinamentos está na questão da defesa pessoal. Movimentos simulados de ataques reais. O uso de bastões e facas de treinamento são rotina para os aprendizes do Mestre.

Figura 1 – Sequencia de desarme de um “agressor” com bastão.

Sempre frisando a importância da questão da postura e da base de seus alunos e alunas, Mestre Armando faz questão de ainda demonstrar algumas coisas para que o aprendizado seja mais eficaz.

Figura 2 – Defesa de um ataque de faca.

É muito claro que em uma situação real de risco de vida, sempre se deve evitar os confrontos, em especial com agressores que tenham armas. Mas é melhor saber e não precisar usar a técnica do que precisar e não ter a técnica para autodefesa.

E, desta forma, os treinos vão acontecendo na chácara onde mora o Mestre Armando. Um ambiente agradável, inclusivo e de muito respeito. As pessoas que visitam são convidadas a participar dos treinos e são muito bem-vindas.

Por último deixamos uma pergunta para refletir. Se um senhor de 94 anos treina e tem toda essa energia e paixão pelo jiu-jitsu, então que desculpa temos para não nos dedicarmos?

Bons treinos! Oss!



Clube de Vantagens BGM

Multiformula

Se engana quem pensa que eles são só uma farmácia de medicamentos manipulados. A Multiformula trabalha com produtos de primeira qualidade e profissionais capacitados. De produtos para a pele à suplementos. E o nosso desconto é de 10% em qualquer produto! Corre lá pra entrar em contato! >> @multiformula

Qual sua reação

Curtir Curtir
1
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 1

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jiu-jitsu feminino e o Mestre Armando Wriedt (parte I)

log in

reset password

Voltar para
log in