Atleta da Semana – Elisângela Medeiros


Hoje iremos conhecer a Elisângela Medeiros, 44 anos, faixa branca do mestre Carlos Holanda lá do Amazonas.

Quando ela se viu acima do peso, decidiu fazer reeducação alimentar, estética, musculação e reduziu 15 kg. Ela treinava, mas queria algo diferente. Os filhos já praticavam jiu-jitsu e após uma mudança de endereço, de tanto acompanhar, se interessou. Ainda mais sabendo que a esposa do professor também treinava. Os meninos incentivaram e ela não se arrepende!

Resultado, amou e está praticando há dois anos! Treina diariamente e nem pensa em reduzir essa rotina. Apesar da correria do dia a dia, a editora de imagens procura cuidar da alimentação de forma balanceada. Saladas, proteína e frutas são frequentes. Toma bebidas energéticas à base de chá verde para ajudar a driblar o cansaço e também suplementa. Não há como se dedicar ao esporte sem cuidar da alimentação.

Nossa atleta master 3 nunca teve dificuldade, mesmo treinando com jovens e crianças. É muito positivo ter alguém dessa idade treinando, isso mostra aos mais novos que não tem como dar desculpas. O início é desafiador.

Com relação a competições, a atleta já teve propostas de patrocínio que foram canceladas porque a empresa considerou que ela estava fora do padrão para competições e que não renderia o retorno esperado. A negativa serviu de incentivo e ela foi campeã Mundial pela CBJJE. A maior dificuldade de Elisângela realmente é o patrocínio, porque para uma atleta do Amazonas a maioria dos destinos é de avião, o que eleva bastante os custos.

No início, ela participou de campeonatos locais, mas as chaves não fechavam por falta de competidoras e esse foi um dos motivos que a fizeram procurar competições fora do Amazonas, mas, ainda assim, a situação se repetia. Na Copa Kyra Gracie, lutou na categoria master 1, com atletas com idade média de 30 anos.

“O Jiu jitsu mudou a forma como me enxergava e como lidava com minha idade. Através desse esporte descobri o quanto eu ainda podia me desenvolver fisicamente, de quantas coisas eu ainda era capaz de realizar mesmo com 42 anos. Quando você trabalha a autoestima, as dificuldades são encaradas de forma diferente e foi isso que eu despertei dentro de mim. Disciplina, resiliência e foco, foi isso que o jiu-jitsu fortaleceu em mim. No tatame me sinto produtiva, motivada, com vontade de aprender mais e superar meus medos.”

Perguntei a ela sobre as finalizações preferidas: gosta das quedas, mas prefere passar a guarda e ir para as costas finalizando com a lapela.

Seus principais títulos são: Campeã Mundial 2016 CBJJE, Bronze Mundial 2017 CBJJE e bronze na I Copa Kyra Gracie.

A atleta é fã número 1 do mestre Carlos Holanda e se inspira em suas conquistas nacionais e internacionais. E no cenário feminino admira: Luiza Monteiro e Tayane Porfírio, sem contar a estrela amazonense do MMA Mayana Kellen.

Ela ainda deixa um recado para todas as mulheres:

Desafie-se, conheça, faça uma aula experimental, não tenha medo de ousar. Não tire conclusões antes de tentar. Idade nunca será limite para uma mulher determinada a superar seus limites. Acredite que você pode e merece o melhor dessa vida e o jiu-jitsu é maravilhoso!

 

 

________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Bateu aquela fome depois do treino? Se você é de São Paulo, não pode deixar de conhecer o Açaí Club Aclimação. Lá você pode desfrutar de uma alimentação nutritiva com ingredientes de qualidade e preço justo. O Açaí Club Aclimação é bem democrático: lá você encontra pratos fits, veganos e, também alguns mais calóricos. E, falando que segue o Instagram deles e o do Bjj girls Mag, você tem acesso a 10% de desconto em qualquer pedido. Não é demais?

 

açai club aclimação

Qual sua reação

Curtir Curtir
4
Curtir
Amei Amei
3
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 2

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Quero agradecer pelo espaço aberto para poder compartilhar um pouco de minha trajetória e motivar pessoas a acreditarem que sempre há tempo de recomeçar. O Jiu-jítsu feminino só tem a ganhar com o apoio de vocês. A Matéria ficou maravilhosa! Obrigada Tatiana Peev. Oss! 😍

Atleta da Semana – Elisângela Medeiros

log in

reset password

Voltar para
log in