Minha experiência no jiu-jitsu


Por ser mulher, sempre ouvi aquela história que muita gente pensa que artes marciais é para homens. O jiu-jitsu está crescendo e não é novidade que nós, mulheres, viemos para ficar. Queremos as mesmas oportunidades, mesmos desafios e pouco a pouco estamos conquistando nosso espaço, até porque tem muitas mulheres que treinam e vivem da arte marcial. Hoje, nós mulheres temos em quem nos inspirar e para isso, usamos a representatividade vendo todas essas atletas que já deram e continuam dando um show nos tatames. Precisamos ter coragem para seguir em frente e ver que a faixa preta não é só um sonho e nem é só realidade na vida dos homens e sim, nossa também.

Sempre convivi no mundo das lutas, desde os 13 anos eu pratico boxe e muay-thai, mas sempre senti que faltava algo. Até que encontrei no jiu-jitsu, um amor à primeira vista. Não sabia o porquê estava lá, não entendia como aqueles graduados conseguiam relacionar tão bem os movimentos dos seus corpos, era uma mistura de ansiedade com boas expectativas. Muitas vezes, sem muito saber do que se trata o jiu-jitsu, apenas tendo na consciência que os “heróis” daqueles eventos que eu assistia (Rickson, Royce, e claro, Kyra Gracie), eram especialistas nessa arte, e então decidi comprar o kimono e começar a frequentar mais as aulas. E então começaram as pesquisas das lutadoras de jiu-jitsu, das dicas de kimono, de posições e dicas de como deixar seu cabelo preso o treino todo (impossível rs).

As primeiras aulas são apenas uma “ambientação”, servem apenas para dar uma luz para o iniciante. Posições básicas, postura, movimentação, são coisas que estudante aprende, e que servirão de base para toda a continuação do ensinamento e realmente é isso. O aluno muitas vezes inocente e não tendo a mínima noção do que é a arte suave, por sua vez, depois de aprender como se aplica um arm lock, tem a sensação de que podem enfrentar de igual pra igual um lutador campeão dos pesos pesados.

Treinar leva tempo, cuidado, atenção e muita disciplina e é isso que aprendemos a lidar todos os dias. Tudo é questão de treino e em como você se entrega a cada aula.

Qual sua reação

Curtir Curtir
8
Curtir
Amei Amei
9
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
4
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha experiência no jiu-jitsu

log in

reset password

Voltar para
log in