Por que começar pelo jiu-jitsu?


Quando a gente vira adulto é que percebe como as crianças podem ser cruéis. Bullying hoje é uma palavra da moda. Vemos falar disso em todo lugar, até porque as redes sociais dão grande alcance aos casos que acontecem, mas desde sempre houve bullying, só não se comentava sobre o assunto.

Que o jiu-jitsu pode ser utilizado como defesa pessoal, isso todos já sabem. Com nossas técnicas podemos imobilizar, causar grandes lesões e até “tirar do ar” um indivíduo. Para crianças também funciona do mesmo jeito e aí que talvez more a preocupação de alguns pais.

O jiu-jitsu não seria, então, muito violento para ser praticado por crianças? Talvez fosse melhor colocar a criança no karatê ou no tae kwon do? Pessoal, não estou falando que essas artes são ruins, hein, não me interpretem mal, mas o jiu-jitsu traz uma coisa que todas as outras artes não trazem ou trazem pouco, que é justamente o contato físico.

Em outras artes marciais as crianças aprendem as técnicas e as praticam com pouco ou nenhum contato físico. Principalmente se muito jovens. No jiu-jitsu, desde o começo as crianças estão em contato físico constante. Isso proporciona uma relação bem mais próxima com os colegas, além de que é através desse contato que eles começam a aprender seus próprios limites e os limites dos colegas.

No jiu-jitsu eles tem o mesmo aprendizado quanto a disciplina que existe em todas as outras artes marciais, mas só no jiu-jitsu que eles aprendem a respeitar o limite dos colegas, pois eles aprendem na prática que se dói neles, dói no colega. Eles aprendem que é legal aprender todas as técnicas, mas não é legal machucar as pessoas, e o mais legal é fazer amizade, com todos, não só com os que são iguais a ele.

Aprendem que cada um é diferente e cada um consegue fazer umas coisas bem e outras nem tanto e que eles têm que lidar com essas diferenças no momento do combate, porque cada um vai proporcionar uma luta, um desafio diferente.

Então, papais e mamães, se vocês estão preocupados se o jiu-jitsu é muito violento para crianças, fiquem tranquilos. Elas aprendem junto com todas as técnicas a ter humanidade. Além disso, elas vão aprender também a lidar com situações de pressão, lidar com as derrotas, lidar com as vitórias, vão aprender a ter paciência, a pensar, planejar, além dos benefícios e habilidades físicas que vão adquirir, força, flexibilidade, agilidade, coordenação motora, entre outras capacidades físicas.

E no final das contas, deus livre e guarde, se for necessário reagir a algum abuso, podem ter certeza que eles estarão preparados. Então, antes de matricular suas crianças em uma aula de arte marcial, deem uma chance ao jiu-jitsu.

Última consideração que faço é para pesquisarem bastante a escola que vocês vão colocar seus filhos. Infelizmente existem maus profissionais e más pessoas em todos os meios, e o jiu-jitsu não está isento desse tipo de gente, mas pesquisando bem é possível achar uma ótima escola que vai ensinar ótimos valores aos seus filhos. Para ajudar, vejam esse texto sobre como identificar mestres picaretas.

Além disso, sempre leve seu filho(a) para fazer uma aula de teste, assista uma aula do professor(a), para ver como é o método de ensino dele(a), como ele(a) lida com as crianças. Leve em consideração, também, o estilo de aula para a idade da criança, e bons treinos para nossos futuros campeões! OSS!

Qual sua reação

Curtir Curtir
1
Curtir
Amei Amei
6
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por que começar pelo jiu-jitsu?

log in

reset password

Voltar para
log in