Eu preciso saber todas as guardas do jiu-jitsu? Parte II: a individualidade do atleta


No texto anterior conversamos sobre a importância de se conhecer e de se aprender diferentes guardas no jiu-jitsu. Vimos que conhecer uma guarda não significa, necessariamente, dominá-la, mas sim entender a sua dinâmica de execução bem como conhecer as suas defesas e artimanhas.

Hoje em dia, observamos uma variedade de competidoras e competidores famosos impondo os mais diferentes tipos de guarda durante uma competição. Naturalmente, entendemos que estas pessoas praticam um jiu-jitsu em elevado nível técnico e que seus conhecimentos sobre a arte suave são, de forma geral, bastante adequados. Estas pessoas, que tanto observamos, analisamos e comentamos, atingiram o atual estágio através de muito esforço e dedicação.

Além do jiu-jitsu de elevado nível, que é uma característica comum entre tais pessoas, podemos ver que existem muitas diferenças em estilos. E nesta coluna quero enfocar na questão da guarda. Percebemos que as guardas utilizadas em grandes competições são dos diferentes tipos. E que quem compete sempre tenta impor um jogo de acordo com suas características físicas e de acordo com suas adaptabilidades técnicas. Vimos, por exemplo, a Tayane Porfírio recentemente usar uma guarda aberta e aplicar um lindo berimbolo. Vemos a Cláudia do Val usar muito a guarda fechada aplicando armlocks e triângulos em especial. Vemos a versatilidade da guarda da Bia Mesquita, a worm guard de Keenan Cornelius, as guardas usadas por Leandro Lo e tantos outros exemplos.

As amigas e amigos percebem que todos estes nomes fazem guarda com um “toque pessoal” muito forte. A razão de ser disto é porque existe algo chamado individualidade. Ela está relacionada com características físicas, de personalidade e psicológicas destes nomes. Entretanto, dificilmente alguém duvida que estas competidoras e competidores não conheçam vários tipos de guarda, mas mantiveram suas preferências. E isto deve servir de estímulo para todos nós.

Quem pratica jiu-jitsu sabe que temos, de forma geral, companheiros e companheiras de treino que também apresentam diferentes estilos de rolas durante os treinos. Isto nos propicia uma oportunidade ímpar de aprendermos a desenvolver as nossas guardas preferidas bem como de aprendermos sobre os diferentes tipos que existem de guarda.

Neste ponto precisamos fazer um adendo importante. Não existe nada de errado em ter suas preferências de estilo de rolas e lutas, mas é crucial ter em mente dois aspectos bem importantes. O primeiro é que quem quer aprender jiu-jitsu precisa saber jogar em sua zona de maior conforto, mas também, em especial, nas suas zonas de dificuldade. Somente assim para haver uma evolução plena. O segundo é fundamental em especial para menos graduados. É preciso saber quando o que fazemos é uma adaptabilidade às nossas características físicas, psicológicas e de treinamento e de quando estamos nos “viciando” em um equívoco que mais para frente irá nos trazer dificuldades no desenvolvimento do nosso jiu-jitsu.

Durante a evolução natural dos treinamentos e graduações, cada pessoa vai encontrando os seus estilos e adaptando os movimentos de execução de uma técnica para suas condições físicas e técnicas. Essa individualidade que temos e que faz a cada um de nós singular é que permite a existência te tantos estilos dentro do próprio jiu-jitsu. Se você fizer um teste bastante simples, logo você perceberá do que se trata esta questão. Faça o seguinte teste: vá ao YouTube e digite ‘armlock da guarda’. Centenas de vídeos estarão disponíveis para serem assistidos. E, assistindo a alguns deles, logo vocês perceberão que o mesmo movimento é ensinado com diferentes detalhes, com execuções adaptadas e com eficiência individual de quem está mostrando como fazer. Apenas se lembre que é necessário uma visão crítica sobre a questão, pois existem, de forma lógica, muitos ensinamentos técnicos errôneos disponíveis na internet. Em caso de dúvidas, não deixe de consultar a professora ou professor.

E vocês leitoras e leitores da BJJ Girls Mag? Qual o seu estilo preferido de guarda? Comenta aqui para a gente saber!

Bons treinos e aprendam guarda! Oss!

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 1

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. A minha preferida é a que eu aprendi e consigo fazer durante a luta, que é a fechada kkk… Mas quero muito aprender mais estilos para aproveitar meu biotipo.

Eu preciso saber todas as guardas do jiu-jitsu? Parte II: a individualidade do atleta

log in

reset password

Voltar para
log in