“Eu não consigo”


Eu aprendi muito com o jiu-jitsu, muito mais que quebrar uns ossos, estourar uns ligamentos e apagar um indivíduo. O tempo que passo com meu mestre e meus colegas de treino são momentos de aprendizado sem fim.  

Eu não consigo dizer todas as coisas que aprendi com o jiu-jitsu, mas eu as vivo diariamente. Cada pessoa tem experiências diferentes das minhas, e cada um aprendeu algo diferente, mesmo que tenha visto a mesma técnica ou ouvido o mesmo conselho. 

No geral minha esperança é que todos aprendam a ter mais respeito, disciplina e perseverança. Essas são, na minha opinião, as três lições mais valiosas que o jiu-jitsu traz a cada dia.

Digo a cada dia pois não são lições que se aprende facilmente em um só dia. A cada dia eu aprendo um pouco mais sobre elas e tento desenvolver cada uma, juntamente com minhas raspagens, passagens e finalizações, e são essas três lições que me fazem um ser humano melhor. 

Às vezes não notamos que estamos aprendendo essas lições, afinal não se para um treino para falar dessas coisas (não deveria ser necessário). Mas às vezes que eu ouço alguém falar é que eu percebo que aprendi sem ter passado por uma matéria específica, aprendi porque é o costume, respeitar, ter disciplina e perseverar. 

Perseverança 

Nesse texto eu quero focar mais na perseverança, que segundo o dicionário é: qualidade de quem não desiste com facilidade. Com certeza existem pessoas que nascem perseverantes. Sempre tem aquela história de quem nasceu e quase morreu, o indivíduo já foi perseverante desde o primeiro instante, mas para algumas pessoas não é tão simples. 

Todos temos nossas inseguranças, nossos medos e o mundo seria muito sem graça se fôssemos todos iguais, todos cascas grossas desde o nascimento. Mas a perseverança é importante no decorrer de nossas vidas, então mesmo quem não nasceu perseverante tem que aprender isso durante a vida. 

O jiu-jitsu é uma ferramenta muito útil para aprender a perseverar, pois quando chegamos no tatame pela primeira vez, normalmente, não somos capazes de realizar muitas coisas. Principalmente quem vem de uma vida sedentária, seja criança, adulto ou idoso. 

Nosso corpo é fraco, músculos específicos precisam ser fortalecidos para cada movimento (e como são complexos os movimentos!), uma fuga de quadril nos dá um nó na cabeça. Mas a cada dia o(a) mestre faz a gente repetir o movimento, e junto com os(as) colegas nos incentivam, pegam no nosso pé, fazem torcida pra não desistirmos, e então depois de algumas aulas, tá lá a fuga de quadril, e já dá até pra apostar corrida com os colegas. Isso agora me fez lembrar de Neville Longbottom aprendendo Expelliarmus (hahahaha). 

Quando eu comecei a treinar berimbolo, gente, eu sufocava. Flexibilidade zero, ficar emborcada me dava agonia e eu falava a cada tentativa que dava errado: “num dá, eu nunca vou conseguir fazer isso!”, mas meu professor da manhã na época (grande Rubão!), insistiu que eu fizesse, mesmo que saísse uma bela bosta! Desculpem o palavreado, mas é pra dar a intensidade da exclamação. E eu perseverei, com ajuda dele e dos meus colegas, pois sozinha eu teria desistido, e hoje eu consigo fazer (não é aquela coisa linda como o dos Miyao, mas sai).

Esse é um exemplo simples que nos mostra como aprendemos a ser mais perseverantes com o jiu-jitsu. Pense que todos os movimentos e técnicas são aprendidas dessa forma, logo a evolução na arte suave só é possível diante do desenvolvimento da nossa perseverança, e mesmo que não tenhamos consciência nós aplicamos esse conhecimento em todas as áreas das nossas vidas. 

Pra quem está começando, vai ser difícil, vai dar vontade desistir, mas se apoie em seu mestre, nos(as) colegas. Quando você estiver fraco(a), eles vão te levar até um pouco além e a cada dia sua resistência e força será maior e logo você estará dando apoio aos seus colegas novatos. 

Você vai perceber que na vida também estará mais perseverante. Assim como no jiu-jitsu, as coisas na vida não são fáceis, e nós não podemos lidar com essas dificuldades com pensamentos de derrota, senão nunca vamos evoluir, então nunca diga que não consegue. Se não consegue algo hoje, não desista, se prepare, se apoie nos que te querem bem, olhe no fundo dos olhos do adversário e vá. OSS!

Qual sua reação

Curtir Curtir
4
Curtir
Amei Amei
10
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Eu não consigo”

log in

reset password

Voltar para
log in