Você é daqueles que “pulam” o aquecimento?


Nesse pouco tempo como praticante de jiu-jitsu ouvi vários comentários sobre o aquecimento, professores dizendo que sabiam quem eram os espertinhos que fugiam e alunos falando sobre o quão puxado e exaustivo poderia ser o aquecimento e que depois dele ainda tinha muita aula pela frente. Confesso que ao ouvir esses comentários pensei “se eu conseguir passar pelo aquecimento estou no lucro rs”.

Minha formação não é na área de Educação-Física, Fisioterapia e afins, então como leiga fui  buscar informações com quem entendia do assunto para tentar ter uma compreensão melhor sobre como funcionava o aquecimento e a sua função efetiva no treino.

A maioria apontava o aquecimento como essencial, reforçando que deveria sempre ser a primeira parte na prática de qualquer atividade física, outros diziam que o aquecimento deveria ser combinado com o alongamento e ainda tinha um classe que criticava a forma como os aquecimentos eram conduzidos.

Mas foi a leitura de artigos científicos mais densos que me fizeram começar a entender o porquê de tantos debates e divergências de opinião. Existe o aquecimento geral (como os trotes) que trabalham os grandes grupos musculares, mas há também os específicos (rolamento, fuga de quadril, levantada técnica), que preparam você para o que você vai realizar na modalidade, no nosso caso o jiu-jitsu. Nessa parte lembrei do meu professor falando “daqui a pouco você vai entender o porquê você está fazendo isso” e realmente eu usava o que ele me passou pra aquecer durante as posições e técnicas ensinadas.

Debate vai, debate vem e apesar dos diferentes pontos de vista, muitos concordavam que o aquecimento geral é de grande valia em qualquer prática esportiva, mas que o aquecimento específico jamais deve ser negligenciado, pois prepara o seu corpo para os movimentos que serão realizados no decorrer da aula e no nosso caso inclusive para os rolas. Ou seja, o ponto de discussão não era sobre fazer ou não fazer o aquecimento antes da aula, mas sobre a forma como o aquecimento seria conduzido de acordo com a modalidade praticada. Afinal, o principal objetivo é preparar o seu corpo  para o desenvolvimento da atividade e não te esgotar a ponto de não conseguir fazer mais nada depois, ou propor somente movimentos que não tem relação nenhuma com o que será feito na aula.

O aquecimento é a primeira parte do nosso treino e não deve ser dispensado. Dentre os benefícios destacamos o aumento da temperatura muscular e do metabolismo, aumento da elasticidade dos tecidos, melhora da função do sistema cardiorrespiratório e do sistema nervoso central. Essas modificações provocadas em nosso corpo, além de diminuir o risco de lesão ou estiramento, melhoram o nosso desempenho durante os treinos.

Você é daqueles que pulam o aquecimento? Daqueles que saem esgotados? Ou ainda dos que veem a necessidade de mudança?

Conta pra gente nos comentários o que você acha sobre o aquecimento!

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é daqueles que “pulam” o aquecimento?

log in

reset password

Voltar para
log in