Atleta da Semana – Tânia Yukie


O quadro Atleta da Semana de hoje desembarca em Araxá – MG, onde conversamos com a atleta master e faixa roxa da equipe Hugo Velasco Jiu-Jitsu, Tânia Yukie Matsuzaki. Ela já coleciona títulos como: Campeã Belo Horizonte Summer International Open 2017 IBJJF – Vice Campeã Absoluto; Campeã Brasileira 2017 IBJJF; Campeã  Rio Winter International Open 2017 / IBJJF – Campeã Absoluto; Campeã Mundial 2017 CBJJE; Campeã Belo Horizonte Winter International Open 2017 IBJJF – Vice Absoluto.

Tânia começou a treinar jiu-jitsu apenas com um objetivo, reduzir seu peso (tendo em vista que na época pesava 74kg e hoje está com 60kg). Mas com o passar do tempo, ela mudou seu objetivo, começou a treinar para ganhar condicionamento para poder começar a competir, e ainda na faixa branca estreou em competições. Ela nos contou que uma das principais dificuldades que a maioria dos atletas enfrentam é o psicológico. E com ela não foi diferente, no início ela ficava nervosa e sempre acreditava que suas oponentes eram melhores, e isso fazia com que ela “travasse”, mas com o tempo ela foi aprendendo a lidar com esse nervosismo.

Com dois anos de treino, ela foi graduada à faixa azul, mas no primeiro ano com a nova graduação ela não obteve resultados satisfatórios em competições. Mas ela não desanimou, continuou treinando e buscando sua própria evolução. Já no segundo ano na faixa azul participou de 13 competições e sagrou-se campeã em 11, e nas outras duas ficou em segundo lugar. Apesar dos bons resultados ao decorrer da faixa azul, Tânia não tinha certeza se realmente estava preparada para um novo desafio, a faixa roxa.

No final de 2016 chegou o mais novo desafio na vida dela, a faixa roxa. Junto com a nova graduação, ela também passou a enfrentar treinos cada vez mais puxados e mais difíceis, mas isso serviu de motivação para que ela continuasse dando o melhor de si nos treinos para obter êxito nos campeonatos. Uma frase resume essa fase na vida dela : “Treino duro, luta fácil”. Já na faixa roxa, Tânia participou de 12 campeonatos, onde perdeu apenas uma competição e foi campeã nas outras 11, obtendo assim o 5º lugar no Ranking CBJJ (Master 1 – faixa roxa).

Mas como já dizia um conhecido ditado popular : “nem tudo são flores”, e em fevereiro deste ano ela enfrentou uma lesão na cervical (mais conhecida por cervicalgia). Estava sentindo muitas dores e teve que se afastar dos treinos. Ela confessou que a vontade de treinar era maior, e às vezes tentava treinar mesmo com dores. Sua força de vontade era tanta que em abril, mesmo não se sentindo 100%, resolveu lutar o Campeonato Brasileiro da CBJJ e foi campeã na categoria, mas decidiu não lutar o absoluto por conta do incômodo da lesão.

Ela nos contou também que na maioria das vezes se inscreve na sua categoria (master 1 peso leve), e sempre acompanha as checagens dos campeonatos, mas quando não há lutas nessa categoria, prefere optar por trocar para o adulto ou subir de peso, lutando de médio). Um dos principais desafios que enfrenta lutando de adulto é o fato de ficar apreensiva por ela já estar no terceiro ano de master e no adulto ter meninas cheias de energia que estão “no gás”, mas na hora das lutas ela relata que ainda não sentiu muita diferença.

No geral, o maior desafio que Tânia enfrenta é conciliar a rotina de trabalho, estudos e treinos. Ela trabalha como auxiliar administrativa e ao sair do trabalho vai direto para a academia fazer musculação, treino que foi montado pelo seu namorado Hugo Velasco e é direcionado ao jiu-jitsu. Logo em seguida faz um treino de jiu-jitsu. Há também um tempo dedicado aos estudos, já que três dias na semana ela faz graduação à distância. Duas vezes na semana ela também faz preparação física e comanda um treino na equipe (exclusivo para mulheres).

Como toda atleta, ela também tem suas fontes de inspiração: o seu sensei Hugo Velasco, que admira não apenas por ser seu namorado, mas por seu destaque no jiu-jitsu (competindo e obtendo bons resultados) na região onde moram; a atleta Nathiely De Jesus, por achar seu jogo de guarda muito bom e a atleta Bia Basílio, por ela ser uma guerreira, lutar bem e participar sempre dos absolutos.

E para finalizar, Tânia Yukie deixou uma mensagem de motivação para as meninas que desejam competir :

“Vitória é o resultado de dedicação. Não importa o ambiente que você treina, se é com homem ou com mulher, se é menos graduado ou mais graduado, se é adulto ou master. O que te diferencia é a sua dedicação. Tenha disciplina, aqueça sem reclamar, treine aquela posição que você tem dificuldade, busque seu treino, a sua preparação e o seu sucesso. Com isso você vai adquirir mais confiança e os bons resultados serão consequência.”

Qual sua reação

Curtir Curtir
3
Curtir
Amei Amei
3
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atleta da Semana – Tânia Yukie

log in

reset password

Voltar para
log in