Rituais pré-competições de jiu-jitsu: alma e corpo


Competir não é fácil. Momentos de ansiedade, frustração, raiva e outros que acompanham  o processo desde a inscrição, a perda de peso, a reunião de fundos, até a chegada no local. Quem compete e quem assiste às competições sabe que cada competidor(a) e cada equipe faz aqueles processos de jeito diferente, baseado às vezes na experiência, outras vezes em estudos científicos e até em conhecimento ancestral. Hoje reunimos para vocês dois rituais interessantes e reveladores sobre aspectos pré-competição muito importantes: a alma e o corpo.

Alma: No BJJ, e na verdade em qualquer esporte, algumas pessoas acreditam que na competição 90% é mental. John Danaher, faixa preta do Renzo Gracie e famoso pelo sucesso dos seus estudantes do Esquadrão da Morte nos Estados Unidos, acredita que a qualidade mental mais importante é a confiança pois, ele diz que “se um lutador não tem confiança, então não vai conseguir formar uma ponte efetiva entre as habilidades que ele sabe que tem na academia e o que está disposto a fazer frente a multidão”. Como construir a confiança? Vai treinar, vai arriscar, vai perder.

Porém, a história nos diz que além de uma preparação interna, os humanos acreditaram por muito tempo na benevolência dos deuses e suas intervenções graças a nossos sacrifícios e rituais. Esse é o caso do Haka, uma dança ritual do povo Māori, na Nova Zelândia, famosa hoje por ser usada pela equipe de Rugby All Blacks antes dos jogos. A dança, composta de  gritos de guerra e movimentos vigorosos de mãos e pernas, pode ser realizada com diferentes objetivos como intimidação ao inimigo antes de batalha, boas vindas para convidados, comemorações e funerais. Assistindo esse vídeo dos All Blacks na final do Mundial de 2011 é possível perceber a energia dos jogadores, assim como também nesse que foi realizado pelos parceiros do Mark Hunt, lutador de MMA, para inspirá-lo antes da sua luta contra o Derrick Lewis em junho. É sem dúvida um emocionante ritual de motivação, preparação, e confiança para um momento tão importante como é a competição.

Corpo: A competição implica muitos sacrifícios: tempo de folga, comidas favoritas, e…sexo. Quem já competiu ouviu falar alguma vez que não pode ter relações sexuais nas semanas anteriores à competição. Acha-se que foi em 444 A.C, com o filósofo grego Platão, que se abriu a porta à discussão falando que “Os competidores olímpicos antes das corridas devem evitar a intimidade sexual ”. Mas o que diz a ciência moderna ao respeito?

Atualmente não existem muitas pesquisas sobre isso, mas num estudo publicado no Journal of Sports Medicine and Physical Fitness, o desempenho de quinze atletas foi acompanhado durante dois dias, um sem intimidade e o outro com. Depois de medir a testosterona e a atividade cardíaca, a análise indicou que “a atividade sexual não tem efeito significativo na carga máxima lograda nem na concentração mental dos atletas. Porém, os resultados do valor pós-esforço do ritmo cardíaco na manhã do intercurso sugerem que a capacidade de recuperação de um atleta poderia ser afetada se tiver o intercurso aproximadamente duas horas antes do evento de competição”.

Então o que é o que as pessoas falam que acontece nesta noite que poderia afetar o desempenho na competição? Mesmo não tendo tanta informação sobre o efeito do intercurso, há muitas evidências dos efeitos de não dormir o tempo suficiente na saúde geral, alguns deles são: afeta os reflexos e o pensamento crítico, aumenta a ansiedade, aumenta o risco de doenças cardíacas, diminui os níveis de testosterona. Então podemos concluir que não é a atividade sexual no dia anterior à competição o que afeta o desempenho, mas o fato de não dormir suficiente por causa dela.

Atualmente ainda temos muito por saber sobre as verdades atrás de alguns rituais pré-competição e sobre os fatores que afetam os resultados nas competições, porém uma coisa que sempre vai ajudar é não experimentar novidades nos dias anteriores ao evento. Se você está acostumado a comer algumas coisas, ou fazer outras, não mude a rotina poucos dias antes a competição pois o corpo pode reagir de um jeito não favorável. Mesmo sendo bom inovar, vamos deixar os experimentos para outros momentos.

Quais rituais ou rotinas você faz antes de uma competição? Conta para a gente nos comentários! Oss

Qual sua reação

Curtir Curtir
1
Curtir
Amei Amei
2
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rituais pré-competições de jiu-jitsu: alma e corpo

log in

reset password

Voltar para
log in