Uma mistura que vem dando o que falar


Hoje vamos falar de um assunto que sempre divide opiniões e que deixa muitos questionamentos na cabeça de quem acompanha o jiu-jitsu: campeonatos que misturam atletas de faixas diferentes em uma mesma categoria.

Ao nos depararmos com uma luta assim, o primeiro pensamento que nos vem a cabeça é o de que o atleta mais graduado tem a “obrigação” de sair dali com uma vitória, pelos seus anos a mais de experiência e conhecimento da técnica.

Grande é a nossa surpresa quando a luta é apertada, o faixa colorida dá muito trabalho e o preta passa um sufoco. Maior espanto ainda é quando o faixa preta perde, nós nos perguntamos como foi que isso aconteceu, e em seguida aquela sensação de: para que ele foi aceitar lutar com alguém que não é da mesma faixa?

O dinheiro pode ser o principal motivo, mas sabemos que não há dinheiro que pague o valor que tem a faixa na vida destes atletas, e mesmo assim eles aceitam a proposta de organizações que oferecem premiações em dinheiro para estes tipos de lutas casadas. Talvez por achar divertido se testar, ou por não se importarem com o resultado, pensando apenas na sua evolução dentro do esporte, não se importando com vitórias ou derrotas.

E por falar em derrotas, como lidar com esta derrota? Perder para um faixa preta sendo um faixa preta é algo que todos sabem que pode acontecer, perder para um faixa colorida sendo um faixa preta é uma questão no mínimo inusitada. Pensando neste caminho chegamos a uma constatação: o crescimento do jiu-jitsu vem fazendo com que crianças iniciem no esporte cedo e estas crianças estão nas mãos de mestres que tem muito conhecimento e sabem como formar atletas. Eles transformam esses jovens em profissionais, atletas que tem experiência em treinos, campeonatos e sabem muita técnica.

A linha que separa os faixas pretas destes faixas coloridas está ficando tênue e nestes eventos que casam lutas entre diferentes cores de faixas isso fica muito claro. Aos organizadores de tais eventos fica aqui o questionamento sobre a premiação oferecida neste tipo de luta: será que os atletas só merecem uma premiação quando se dispõem a lutar campeonatos com regras assim tão diferentes?

Caberia ao atleta faixa preta se preservar e deixar que os faixas coloridas percorram seu devido caminho até que um dia eles se encontrem? Ou, tudo bem lutar com quem ainda não está na mesma graduação, tudo faz parte do show e cada um que arque com as consequências da vitória ou da derrota?

É claro que nos treinos isso não entra em jogo e é muito importante que todas as faixas se encontrem e partilhem seus conhecimentos, porém, as regras das maiores federações de jiu-jitsu separam as cores das faixas, peso dos atletas e na maioria das vezes a idade dos competidores, de maneira a oferecer combates justos e que respeitam o atleta.

De qualquer forma, luta é sempre luta, qualquer erro pode custar uma finalização e nós amantes do jiu-jitsu gostamos mesmo é de ver nossos atletas dando show, e eles fazem isso em qualquer tipo de campeonato.

O que vocês leitores pensam a este respeito? Contem para a gente!

Até a próxima!

Qual sua reação

Curtir Curtir
6
Curtir
Amei Amei
4
Amei
Haha Haha
1
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
3
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma mistura que vem dando o que falar

log in

reset password

Voltar para
log in