As mulheres que vão marcar presença no Mundial Master da IBJJF


Texto original é de Johanna Tavares, para o “Ladies Only BJJ”, e você encontra aqui

Em apenas algumas semanas, Las Vegas estará lotada de atletas prontas para lutar pelo ouro e glória no Mundial
de Masters. O evento é para atletas a partir de 30 anos. Dê uma olhada nos nomes. Entre eles, estão campeãs mundiais, pioneiras no MMA e as principais do ranking da IBJJF.

No peso pluma, Andressa Lídia de Souza, representando a Barbosa Jiu-Jitsu, uma competidora ativa que se
encontra em 5º lugar no ranking da IBJJF de faixas pretas femininas como Master 1. Na mesma categoria está inscrita Karen Antunes*, da Checkmat, uma grande competidora que detém o título de Campeã Mundial de 2013 como faixa roxa e Campeã Europeia na faixa marrom, em 2014. Eirin Cathrine Nygren faz sua estreia como faixa preta esse ano, vindo como quatro vezes Campeã Europeia em 2011 (faixa azul), 2015 (faixa marrom e absoluto) e 2016 (faixa marrom).

No peso leve, temos dois nomes interessantes: Sarah Johnel Black e Jena Era Bishop. Sarah representa a GD Jiu-Jitsu Association, compete tanto no adulto como no máster e é faixa preta desde 2015, graduada pelo mestre Gustavo Dantas. Jena, uma competidora feroz que representa a Gracie Humaita, tem um título Mundial de 2013 como faixa marrom e sua lista de conquistas é longa desde 2007.

No peso médio, mantemos o olho num fenômeno do jiu-jitsu: Amanda Loewen da SBG Internacional. Amanda é uma atleta dedicada que ganhou sua faixa preta com apenas cinco anos de treino. No meio pesado, Checkmat manda sua representante Shanti A.D Abelha, que atualmente ocupa a segunda colocação do ranking da IBJJF como faixa preta no Master 1, e também sua colega de treino Ida Josefin Hansson, três vezes Campeã Europeia: em 2008 (faixa azul), 2011 (faixa marrom) e 2012 (faixa preta). Serão lutas emocionantes para se acompanhar!

Já no Master 2, a categoria super pesado vem com a atual número um do ranking Luana Beatriz Gomes Fiquene, representando a Ribeiro Jiu-Jitsu. Na mesma categoria, mas como leve, temos a competidora e faixa preta de Renzo Gracie, Melissa Anne Bardfield, que representará a equipe Renzo Gracie St. Maarten.

No Master 3, encontramos Cynthia Dyann Halles no leve, faixa preta terceiro grau, representando a Gracie Barra Seattle. Ela é ex-lutadora de MMA, competidora de sucesso e faz parte do “BJJ Dirty Dozen”** feminino, as primeiras doze mulheres “não brasileiras” a receberem a faixa preta. Na mesma categoria veremos Hanna Sillén, representando Viva Zapata Jiu-Jitsu, pioneira do MMA na Europa. E por último, no peso médio, Luciana ‘Luka’ Dias, que recebeu sua faixa preta em 2003 de Wellington Megaton Dias. Durante toda década de 2000, Luka foi uma das competidoras de maior sucesso, vencendo três vezes ninguém menos do que Gabi Garcia e, entre elas, duas por finalização. Além disso, Luka é a madrasta de uma competidora muito conhecida: Mackenzie Dern.

Você pode assistir todas as lutas ao vivo pelo Flograppling, de 24 a 27 de agosto.

*Karen Antunes, apesar da inscrição, não lutará porque acabou de ter sua filhinha e não teve tempo de se preparar
para a competição. (Fonte: espnW Brasil).
**BJJ Dirty Dozen: é um nome usado para designar as 12 pioneiras do jiu-jitsu de fora do Brasil.

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
2
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mulheres que vão marcar presença no Mundial Master da IBJJF

log in

reset password

Voltar para
log in