Atleta da Semana: Layla Guimarães


Pedalando pelas ruas de Feira de Santana, a menina dos cachinhos, hora na sua luta política pela emancipação das mulheres, hora pela sua luta buscando patrocínios para competições, segue. Tem sempre um sorriso de esperança no rosto e uma determinação incrível, sempre treinando e buscando técnicas em outras artes. Esta é Layla Guimarães, 23 anos, faixa azul da Gracie Barra e aluna do Professor Samuel Carvalho.

Como você iniciou no jiu jitsu? Alguém te inspirou?
Sempre fui apaixonada pelas artes marciais, desde criança gostava de assistir os filmes do Jackie Chan e Van Damme, porém minha mãe não deixava praticar alguma luta por achar que era coisa de menino.
A oportunidade surgiu quando já era jovem, meu professor de kick boxer era aluno em uma academia de jiu jitsu e um dia me chamou para pegar um treino lá, no dia que fui me apaixonei a primeira vista, conheci meu primeiro professor Orlando que viu em mim um grande potencial na arte suave e me convidou para treinar com ele na academia do Sensei Samuel Carvalho, na época não tinha como comprar um kimono e ele me emprestou um e desde então estou aqui. Claro, com algumas idas e vindas (risos)

Me fala um pouco sobre seus treinos, competições, títulos…
Tenho alguns títulos na faixa branca e azul nas etapas estaduais da Bahia, fui campeã no Salvador open em 2016 mas o que considero um marco até então foi a conquista do segundo lugar no campeonato Brasileiro pela CBJJ neste ano, em Barueri. Onde fiz cinco lutas e finalizei as quatro primeiras a última acabei lesionando meu ombro e não consegui terminar a luta. Bem, eu treino duas vezes por dia a parte técnica, faço funcional três vezes na semana e alterno os outros dias com a musculação.  Aos sábados faço treino de NO-GI. Minha estratégia de luta é sempre impor o meu ritmo, para mim a batalha bem travada é aquela que termina com a finalização, então eu sempre busco finalizar minhas luta.

Como você vê a participação das mulheres nas competições? Você acha que as academias tem mais mulheres praticando? Por qual motivo você acredita?
Olha, na última década o jiu-jitsu feminino cresceu muito, dos 5 anos que tenho de jiu jitsu pude observar que a quantidade de meninas que estão praticando essa arte vem crescendo, eu acredito que nós estamos brigando mais por estes espaços considerados para “homens” mas estamos nos impondo e mostrando que lugar de mulher é, também, nos tatames.

Você tem uma atleta que te inspirou/inspira?

Tenho, a Kyra Gracie por tudo que fez pelo jiu-jitsufeminino, e a Bia Mesquita atualmente.

Me fala um pouco sobre sua luta fora do tatame

Participo de um coletivo nacional de mulheres que luta pela nossa emancipação politica e econômica, nossas lutas são pelo fim do feminicídio, por igualdade de salários entre mulheres e homens, pelo fim da mercantilização dos nossos corpos, por creches públicas para mães pobres e casa de referência às mulheres vítimas de violência doméstica.

A sua família te apoia?
Apoia muito, ajudam quando preciso viajar para algum lugar e disputar um campeonato.

Tem interesse de seguir carreira?  Ser professora ou algo dentro do esporte?
Sim e estou batalhando para isso, apesar de nenhum apoio dos órgãos públicos e quase sem patrocinadores, estou construindo aos poucos a minha carreira de atleta e mostrando meu trabalho através das redes sociais para conseguir ainda mais apoios. Quando não tiver mais energias para competir quero ter minha academia e viver do jiu-jitsu.

Qual conselho você daria para as meninas que estão começando no jiu jitsu?

Diria para não desistirem nas dificuldades, não ficar se diminuindo ou nervosa quando errarem em alguma posição. Saia da sua zona de conforto e persista nos treinos que com o tempo você irá sentir sua evolução, é um passo de cada vez, um dia você vai estar desestimulada porque não conseguiu fazer muito no treino, mas sempre haverá um novo dia para recomeçar.

Qual sua reação

Curtir Curtir
7
Curtir
Amei Amei
13
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
2
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atleta da Semana: Layla Guimarães

log in

reset password

Voltar para
log in