O que se espera de um faixa preta?


Não é novidade que a faixa preta é a referência para quem começa no jiu-jitsu, pois é nela que o branca, o azul, o roxa e o marrom pensam em chegar em algum momento da sua prática, é por ela que muitos encontram um motivo para continuar e ao chegar nela é que se pode dizer que o praticante foi persistente, combateu o bom combate e guardou a fé, mesmo nos piores momentos.

Sim, a conquista da faixa preta ainda é uma longa batalha contra nós mesmos, contra nossos conceitos, contra nossos defeitos, e deve ser, principalmente, uma luta constante contra o nosso imediatismo. Pois, ao chegar nela, guarda-se ainda a certeza de que há muito a se trilhar, porque todos sabemos que o jiu-jitsu é um aprendizado sem fim e que no fundo não vale a pena conquistar uma graduação a qualquer custo. Mas, afinal, o que se espera de um faixa preta e qual o perfil ideal para que se diga, de fato, que ele é merecedor da graduação que carrega?

Muitos pormenores podem ser levados em consideração nessas questões, afinal, lidamos com várias escolas e estilos diferentes, com referências diversificadas e critérios variados onde é o professor que dita a sua didática dentro das equipes. Tudo isso significa que para cada aluno e para cada graduação deve haver algo a ser considerado, algo além das regras vigentes, tais como o objetivo do aluno no jiu-jistu, a técnica compatível com a sua graduação, a conduta dentro e fora do tatame e a não menos importante humildade, esta dádiva que muitos deixam escapar entre os dedos quando conquistam a faixa preta.

De forma generalista, o que se espera de um faixa preta é que ele seja muito bom tecnicamente; que demonstre uma conduta correta dentro e fora do tatame uma vez que ele é espelho para todos e isso inclui a manutenção do respeito ao seu professor e a sua equipe; que tenha responsabilidade com os menos graduados; que tenha domínio amplo sobre os aspectos que permeiam o jiu-jitsu, como regras e didática de treino para cada idade; ser um bom competidor (se isto fizer parte dos seus interesses) e mesmo que ele não treine com regularidade, que treine sério quando estiver na academia, pois o jiu-jitsu está longe de ser uma modalidade estagnada.

Ele deve também ser capaz de transmitir conhecimento, afinal é comum o faixa preta ser considerado professor, embora eu defenda que para esta função é necessário um trabalho específico que deve começar na faixa roxa, mas esta é outra questão que já foi tema de textos aqui no nosso site.

Relevo também a importância da humildade como atributo de um faixa preta, afinal é um termo muito usado quando se trata de pessoas de referência e que pode elevar ou derrubar a credibilidade de qualquer um. A humildade é definida como sendo a qualidade de quem tem consciência das próprias limitações, de quem é modesto, simples. É, como todas as outras questões relativas à conduta, algo intrínseco a alguns seres humanos e que, do meu ponto de vista, é um componente fundamental para se esperar de um faixa preta, pois o jiu-jitsu está permeado de situações que devem tornar o praticante mais humilde e menos tendencioso a se achar mais do que os outros.

Um exemplo muito interessante é a declaração que alguns recém-graduados à faixa preta disparam: “eu não me sinto à altura desta faixa”. Ora, o que mais isto significa senão a humildade no seu estado mais natural? Uma vez declarado que o aluno não se sente à altura da graduação é justo dizer que ele não vai estagnar até que ele “caiba” na faixa, e mais, não se sentir preparado para algo não significa que não seja merecedor.

No mais, um faixa preta é um ser humano passível de erros e acertos como qualquer outro, o diferencial é que precisa ter em mente que ao ser graduado à faixa preta ele passa a ser referência e por esta razão deve sempre estar disponível a continuar aprendendo e repassando o conhecimento adquirido com competência e respeito, com técnica e sabedoria, com dedicação e humildade. Afinal, o que se espera de um faixa preta é que ele aja como aquele faixa branca que não desistiu, independentemente dos critérios que foram levados em conta para lhe deixar neste patamar.

Lembre-se, só começamos a evoluir quando tomamos consciência das nossas limitações. Ignorá-las, jamais!

Qual sua reação

Curtir Curtir
5
Curtir
Amei Amei
2
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
1
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 1

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que se espera de um faixa preta?

log in

reset password

Voltar para
log in