Qual o preço do reconhecimento!?


“Me sinto exausto. Chego em casa e tudo o que quero é dormir. Depois do trabalho, vou direto pra academia, os outros dois horários passo treinando, quando não posso ir, meu Mestre não entende! Perdi peso por não me alimentar direito. Estou cansado dessa rotina exaustiva, não tenho tempo pra mim” –  Foi o que disse o rapaz que falava ao celular ao meu lado no ônibus hoje mais cedo.

Durante as horas seguintes, me perguntei qual é o jiu-jitsu que está sendo ensinado nas academias, escolas e projetos sociais. Questionei o fato ocorrido com esse rapaz e me assustei ao perceber que realmente é isso que vem acontecendo. Muitos mestres exigem o absurdo do aluno, não compreendem seus limites e afazeres, deixaram de focar na formação e auxílio do caráter dos seus atletas; não se importam com o tipo de de pessoa que estão formando e lançando a sociedade.  Perderam o interesse em uma arte que é capaz de de modificar a opinião, postura e argumento através de suas filosofias, e focaram apenas em criar  “monstros de combate”, pessoas que procuram apenas ter suas fotos expostas em outdoors e seus nomes reconhecidos apenas através de vitórias.

O jiu-jitsu realmente tem esse objetivo? Não é errado competir, não é errado ser reconhecido por isso. Mas a partir do momento que uma luta perde seu real objetivo, ela se torna uma luta qualquer. Se é desejo do atleta viver do jiu-jitsu, é óbvio que ele deve batalhar por isso dia após dia; porém, se é apenas para exaltar mestre e academia, o ideal é que pena, e muito, afinal, todo ganho requer muitos sacrifícios, muitas renúncias, muito de si.

Muitas vezes, é por essa razão que muitos atletas de potencial rejeitam a oportunidade de crescer através do jiu-jitsu. Essa imagem de “escravo da arte suave”, mancha toda uma sensação de liberdade. É importante relembrar que o jiu-jitsu tem por maior objetivo a libertação mental e física de suas limitações e temores, sendo praticado com prazer, liberdade e felicidade.

Afinal, o que adianta lhe entregar a chave do cadeado da prisão em que se encontra, se firmaram seus pés no chão!? #Oss.

Qual sua reação

Curtir Curtir
6
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
1
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Qual o preço do reconhecimento!?

log in

reset password

Voltar para
log in