Entrevista Exclusiva com Renata Marinho


Fala, galera! Esta semana conversamos com a Renata Marinho, atleta da Alliance de Fábio Gurgel, que lutará a Copa Podio nesse final de semana (dia 18/02/2017). Ela nos contou um pouco sobre o seu início nas artes marciais, sua rotina de treinos, posições preferidas e muito mais. Confere ai!

Renata iniciou a vida nas artes marciais por sofrer agressões de um ex-namorado.

Isso resultou num acúmulo de raiva e eu acabava brigando na rua com outras garotas. Acredite, eu dei muito trabalho para a minha família!

Ela buscou o jiu-jitsu para autodefesa, e acabou conhecendo o lado esportivo, pelo qual se apaixonou e decidiu investir nas competições. Esse investimento deu muito certo e hoje ela é uma multicampeã, colecionando títulos como: 2x Campeã Mundial NoGI, Campeã Brasileira peso e absoluto NoGi, Campeã PanAmericana, Campeã Brasileira, Campeã SulAmericana, 4x Campeã SP Open, 2x Capeã Rio Open, Vice-Campeã World Pro, Vice-Campeã absoluto World Pro, Vice-Campeã Seletiva ADCC.

Pódio Brasileiro 2016 Faixa roxa médio (Reprodução: Instagram)
Pódio Brasileiro 2016 Faixa roxa médio (Reprodução: Instagram)

Eu me apaixonei, e desde 2011 sou viciada. Eu me tornei uma mulher autoconfiante, paciente, feliz e muito realizada. Além de deixar a família cheia de orgulho!!!

Quando perguntamos sobre os preconceitos enfrentados por ser mulher e treinar jiu-jitsu, a resposta dela é simples: “quem nunca?! (risos)” Ela nos contou que as namoradas dos colegas de treino tinham muito ciúmes por ela estar sempre no meio deles e pelo destaque que as competições traziam.

Eu moro em uma casa em que sou a única menina, os demais atletas são meninos. Eu escuto várias piadinhas, mas levo na esportiva porque no final de tudo, eles vibram com as minhas conquistas como se fossem deles.

Sobre a Copa Podio e a visibilidade que o evento traz, ela não está se aguentando de felicidade por ter sido indicada pelo mestre Guigo, que não faz parte da mesma equipe e diz também que não vê a hora de poder agradecer pessoalmente. As expectativas são as melhores, afinal, ela trabalha muito duro e sabe que se chegou até aqui, foi por mérito.

Sei que mereço estar onde estou. Não vejo a hora de chegar logo o dia e cumprir com a minha missão.

Para chegar até aqui, Renata treina muito todos os dias, duas vezes ao dia: um treino de competição e outro avançado. Faz drills e Levantamento de Peso Olímpico (LPO) para preparação física no CRF Reis, e também ajuda nas aulas das crianças e dos juvenis que acontecem todos os dias na academia. Ela nos contou que adora trabalhar em todas as movimentações do jiu-jitsu, mas a sua preferida é o leg dreg.

Além de tudo isso, ela ainda consegue conciliar na sua rotina uma alimentação saudável com a ajuda da nutricionista Carolina Yamin, que também é atleta.

O mais legal é que ela também é atleta então sabe exatamente o que eu preciso no pré e pós-treino, além dos finais de semana para não querer me afundar em gordices e até mesmo para aumentar a performance. Ela é demais! – Diz ela sobre nutricionista.

Ela também nos contou que o momento mais importante para ela no jiu-jitsu foi quando deixou a sua cidade e a família para morar em São Paulo e se dedicar somente à arte suave. Segundo ela, é aqui (SP) que todos os dias ela troca experiências com os melhores do mundo.

Tenho os maiores espelhos para poder seguir no jiu-jitsu, além de encontrar uma família que me faz sentir feliz e pronta para qualquer obstáculo. Sem dúvidas, título nenhum compra este tipo de sentimento que vivo todos os dias. Eu amo acordar para treinar e dormir para treinar no outro dia.

E como nada na vida são flores, ela também já enfrentou dificuldades no esporte. A principal delas é a busca pelo patrocínio, além do espaço e reconhecimento. Ela diz que não quer ser vista como uma pessoa que se esconde atrás do sucesso de alguém.

Quero ganhar meu espaço e reconhecimento pelo meu trabalho. Dou duro para isso!

Para as pessoas que se inspiram nela e desejam seguir seus passo no esporte, ela diz:

Quando as pessoas deixam recados para as que se inspiram nelas, geralmente é nunca desistir. Acredito que essa palavra bloqueia a mente, então prefiro inspirar em sempre tentar, jamais abaixar a cabeça e ter sempre um objetivo. Isso mantém o foco intacto e, se errar, tente mais uma vez. O mundo tem espaço para todos e cada um constrói sua trajetória e seu legado aqui na terra.

Nós, da BJJ Girls Mag, agradecemos toda a atenção, simpatia e disponibilidade da Renata para compartilhar um pouco da sua história e nos motivar a prosseguir. Boas lutas na Copa Podio e sucesso, sempre!

Oss.

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
2
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 5

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Essa menina é realmente especial , parabéns pela entrevista leve , siimples , despretenciosa , a sua cara.
    Parabéns Re , a sua luz ilumina o nosso tatame diariamente.
    ESSA COPA E SUA ⭐️OSS

Entrevista Exclusiva com Renata Marinho

log in

reset password

Voltar para
log in