Mulheres que lutam: alguns filmes e séries imperdíveis para ver a força feminina em ação


Há um cenário no universo do cinema que sempre foi repleto de clichês, de mulheres estereotipadas e dentro de padrões hiperssexualizados, superemotivas,  ou personagens que sempre fazem tudo pensando nos homens, como se o universo feminino girasse em torno deles.

Felizmente, isso vem mudando, e agora vemos cada vez mais diversos filmes retratando como as mulheres são fortes, inteligentes, cheias de sagacidade e que podem fazer o que quiserem: serem lutadoras de boxe, lutar contra algum inimigo, serem espertas e inteligentes. Elas saíram do clichê das moças “ingênuas, sensíveis e tolas”.

Estimular o acesso a esse tipo de filme se faz necessário, principalmente quando toda sociedade nos ensina que nós sempre temos que ser “princesas lindas e delicadas”. Por mais que estejamos em tempos em que isso está sendo muito questionado e desconstruído, é sempre bacana lembrarmos de mulheres incríveis que estão marcando o cinema e podem nos estimular a lembrar o nosso lado de lutadoras. Para nós, mulheres praticantes de artes marciais, há um prazer ainda maior em ver filmes e séries do gênero. Aliás, independente de praticarmos alguma luta ou não, qualquer mulher está cansada daquele tipo de estereótipo. A representatividade importa para todas nós e é sempre muito inspirador vermos mulheres saindo dos padrões hollywoodianos. Aqui vão algumas dicas bem bacanas para quem gosta de ver mulheres incríveis sendo tão fortes quanto os homens!

  1. T-Rex: Her fight for gold (2016), é a biografia da boxeadora Claressa Shields. Nele, vemos sua luta diária para se manter focada no seu esporte e em todo seu preparo para competir as olimpíadas de Londres – momento em que pela primeira vez o boxe feminino passou a fazer parte da competição. O documentário é bacana porque mostra a vida da americana na pequena cidade de Flint e seus conflitos internos, suas relações com a família de origem humilde e sua batalha para alcançar seus objetivos, mostrando o lado humano de todo o atleta.
  2. Menina de Ouro (2004), do Clint Eastwood já se tornou um clássico acerca de filmes sobre o universo das lutas. É um filme que mostra a garra de uma mulher que sonha em ser uma grande boxeadora e a insistência da mesma em seguir com tal sonho, mesmo tendo que lidar com o machismo inicial de seu treinador, que a princípio não tinha interesse em treinar mulheres, até se deparar com uma atleta incrível. É um drama que nos traz grandes reflexões pra vida e a direção de Clint, como sempre, é impecável.
  3. Kill Bill: Vol. 1 (2003) e Vol. 2 (2004), são aqueles típicos filmes do Tarantino com muito sangue e muita violência. Para quem gosta de ver uma mulher como protagonista distribuindo porrada, lutando contra um monte de caras e retalhando todos eles, esses dois filmes são um prato cheio disso tudo. O filme trata basicamente de uma mulher com desejo de vingança, após acordar de um coma de 4 anos, causado por Bill, o chefe do  grupo de extermínio no qual a assassina profissional fazia parte.
  4.  Nikita – Criada para matar (1990) é um filme que lembra o fim dos anos 80 com a sua fotografia, apesar de ser um filme já do início da década de 90. O filme conta a história de uma assassina que é capturada pelo serviço de inteligência, que vê na assassina grande potencial para tornar-se agente do serviço secreto, por suas características intensas e sua coragem. O bacana de Nikita é que ele foi feito numa época em que não era comum ver mulheres em filmes de ação. E nele vemos uma mulher de personalidade forte, corajosa e muito inteligente.
  5. Alice através do espelho (2016) é um filme que vale a pena citar por aqui. Eu o assisti no cinema, sem querer, porque os filmes que me interessavam já estavam com suas cadeiras esgotadas. Não esperava muito, até me deparar com uma personagem incrivelmente forte, inteligente e corajosa. Alice volta ao País das Maravilhas e tem como missão salvar o Chapeleiro Maluco, e para salvá-lo, ela precisa passar por muitas situações perigosas, que demandam coragem, coisa que Alice tem de sobra. Além de tudo, vemos uma Alice determinada, aventureira e que dispensa ser a mocinha delicada que uma sociedade exige. Ou seja, é um filme muito bacana que colabora na formação empoderadora de meninas e também mulheres, ao mostrar que essa ideia de princesinha que espera o príncipe encantado ou que tudo gira em torno de arranjar um marido, é ultrapassada. Em Alice através do espelho enfatiza-se que mulheres são espertas, corajosas e fortes!
  6. Jackie Brown (1998) é mais um filme do Tarantino que é super marcante e tem como protagonista uma mulher extremamente forte. O tipo de ação visto neste filme, não é de lutas, de pancadaria ou algo assim. Em Jackie Brown, vemos uma personagem extremamente inteligente, corajosa e esperta. Jackie é uma aeromoça que trabalha para um traficante de armas, quando é pega pela polícia e precisa manipular um monte de gente para não se sair prejudicada no meio disso tudo. Vale assistir, visto que estamos muito acostumadas com clichês femininos e Jackie demonstra ser mais esperta que todos os outros personagens da trama, um personagem feminino forte e inteligente.
  7.  As sufragistas (2015) é um filme documental muito importante para entendermos um pouco da trajetória das mulheres na luta pelo direito ao voto, numa época em que suas vozes eram totalmente ignoradas. Acredito que algumas coisas acabaram passando batido no filme, como por exemplo, o fato de que muitas das sufragistas treinaram técnicas de autodefesa e artes marciais, para conseguirem se defender da polícia, que as espancava quando elas ousavam ir para as ruas para protestar. Inclusive, uma dessas artes era o tradicional jiu jitsu. O filme retrata a história de mulheres inteligentes e questionadoras, dispostas a lutarem, a morrerem e a serem torturadas por aquilo que acreditam.
  8. Jessica Jones (2015) é uma série que não podia deixar de ser mencionada por aqui! Quando eu digo que representatividade importa, essa série retrata em absoluto o que quero dizer, pois me senti contemplada! No universo dos quadrinhos, poucas são as personagens femininas com as características de Jessica! Ela é forte, ela bate em qualquer um que entrar no seu caminho, tem um humor ácido e não é aquele padrão de beleza que se espera da maioria dos personagens femininos. Ela é incrível! Quem de nós não gostaria de ter a força de Jessica? Além de tudo, a primeira temporada mostra um inimigo que não é um inimigo qualquer. Ele é um inimigo que toda mulher já teve na vida real, ou pelo menos, a maioria das mulheres: a principal arma dele é a manipulação do psicológico. Analogia com a vida real, talvez? Provável. Mas o que importa é que a Jessica é uma mulher extremamente forte, em todos os aspectos e saberá lidar com esse problema. Para quem gosta de muita ação e de preferência com uma protagonista feminina, Jessica Jones é uma série imperdível!

Que essas mulheres possam inspirar você nos seus treinos, te lembrando que você é forte e reforçando sua inteligência!

Bons treinos,

Oss!

Qual sua reação

Curtir Curtir
4
Curtir
Amei Amei
5
Amei
Haha Haha
1
Haha
uau uau
2
uau
Triste Triste
1
Triste
Grr Grr
1
Grr

Comments 2

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Eu adorei essas dicas! Com certeza vou ver todos ❤❤ adoro quando encontro pessoas com a mesma opinião que a minha sobre as mulheres no mundo!

Mulheres que lutam: alguns filmes e séries imperdíveis para ver a força feminina em ação

log in

reset password

Voltar para
log in