Inspire, respire e NÃO PIRE!


Como manter a concentração e a calma antes de competir? A maioria das pessoas fica ansiosa, com o humor à flor da pele e com o nervosismo super latente antes da competição. Poucos são aqueles que já sabem lidar de modo tranquilo com a ansiedade pré-campeonato, e, sabe-se que tal ansiedade só tende a dar uma amenizada com a frequência de campeonatos que participamos. Ou não, né?

Depende muito de cada pessoa, de como cada um lida com um desafio. A realidade é que é praticamente impossível encontrar alguém que não fique ansioso antes de competir. De qualquer forma, a ansiedade é normal, principalmente para quem está no começo e competiu poucas vezes (meu caso, inclusive); o que não é normal é não sabermos administrá-la e os campeonatos são ótimos para isso, porque somos obrigados a arranjar maneiras de driblar o nervosismo para não fazer feio na hora de pisar no tatame.

O método mais efetivo para o meu caso em particular, é a música. Geralmente, um dia antes de competir eu faço uma seleção de músicas motivacionais, com letras sobre força, coragem e autoestima, para alimentarem a minha vontade de ir lá no tatame e dar o meu melhor.  A música, além de ser relaxante, se tiver letras bacanas e que coincidam com o contexto de uma disputa, te ajuda a ter pensamentos positivos e de força.

Uma outra técnica, que acredito ser fundamental para quem fica muito agitado, nervoso, ansioso, é trabalhar a respiração. Se seu batimento cardíaco está acelerado, se a sua respiração está ofegante, se você percebe que a adrenalina está num ponto muito alto e prestes a te atrapalhar antes de ir competir, concentre-se na sua respiração e somente nela. Pratiquei 3 anos de yoga e o trabalho com a respiração sempre foi fundamental no processo de meditação, para esquecer problemas, para ficar mais tranquilo. O psicólogo William Falcão,
confirma a ideia:

“Exercícios de respiração ajudam o atleta a respirar de forma pausada e ritmada, utilizando todo o seu pulmão. Isso faz com que sua frequência cardíaca se estabilize e ele relaxe. Por exemplo, se você levantar os seus ombros agora e tentar respirar verá que sua respiração ficará mais curta e acelerada. Se você mantiver essa posição por algum tempo perceberá que sua frequência cardíaca vai aumentar e você vai se sentir mais ansioso e tenso. Isso acontece porque esta posição faz com que você utilize apenas a parte superior dos seus pulmões. Ao contrário, se você colocar a mão no seu estômago e cada vez que respirar fazer com que sua barriga e peito se encham de ar você vai se sentir mais calmo e relaxado. Isso acontece porque você esta usando todo o pulmão, o que melhora a oxigenação do sangue, estabiliza a frequência cardíaca e causa uma sensação de relaxamento.”

Por fim, é difícil escapar da ansiedade que os campeonatos trazem pra gente. Obviamente que atletas profissionais sabem lidar com a ansiedade da melhor maneira possível, porque se preparam arduamente e competem muitas vezes. Saber administrar a ansiedade é um processo que vem conforme a prática, conforme os treinos, conforme as competições aparecem. O tempo ajuda muita nessa experiência. E vale lembrar: não só o tempo, como a dedicação aos treinos, afinal, saber que você treinou muito e deu muito de si no dia a dia, já fica mais confiante para competir, para acreditar em si mesmo.

Portanto, treine bastante, tenha uma boa alimentação, coma e durma direito, ouça música e desça pra a arena!

E você, o que te acalma antes de competir?
Bons treinos!
Oss!

Leia também:

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inspire, respire e NÃO PIRE!

log in

reset password

Voltar para
log in