Treinar demais faz mal?


Você já passou, ou passa, alguma semana treinando todos os dias? Antes ou depois do treino vai à academia, pega muito peso ou faz um funcional só pra melhorar seu jiu-jitsu? Saiba que esse excesso de treino pode contribuir para o mau rendimento do seu jiu-jitsu. Confira nossa matéria!

Eu já cheguei a treinar de segunda à sexta e, às vezes, sábado e domingo fazia um treino de funcional pesado na intenção de pegar força, gás, resistência. Pensava que o cansaço que eu pudesse vir a sentir seria vencido com o uso de suplementos, mas nada disso adiantou. Em alguns treinos eu não rendia, não aguentava nem dois rolas seguidos, chegava em casa com um sono inexplicável, não aguentava muito menos trabalhar, ou fazer simples trabalhos de casa, pois era um treino atrás do outro, e eu não perdia um se quer. Você já fez isso também?

Quantas vezes você treina por dia? Já se sentiu cansada, com preguiça? Às vezes desmotivada, ou até mesmo não entendeu, o porquê de ser finalizada tantas vezes, pela sua amiga de treino que quase nunca te finalizava? Saiba que alguns desses fatores podem está relacionado à sua quantidade de treino, pois nosso corpo precisa de descanso.

Quando começamos a treinar jiu-jitsu, o amor pela arte cresce a cada dia, e, consequentemente, a quantidade de treino também. Buscamos sempre mostrar nosso melhor, queremos ser melhor que ontem, ou o melhor da academia, e não “fazer feio” nos campeonatos, então buscamos muitas vezes treinar incansavelmente, às vezes sem descanso, até duas vezes por dia. Parece uma ótima ideia, por que não? Pensamos que quanto mais treinamos, mais aprenderemos as posições, aperfeiçoaremos nossas técnicas, e assim seguimos, mas por alguns dias nosso corpo chega a falhar. Claro que eu não estou sugerindo que você pare seus treinos, ou treine apenas duas vezes na semana, apenas estou dizendo que pode ser que as quantidades de seus treinos de funcional pode estar acima do que o seu corpo aguenta.

Você treina seis dias na semana, e às vezes acha que não é suficiente, por isso, pega pesos e mais pesos na academia, se não for à academia procura fazer um funcional. Mas, acredite, mesmo que no começo dessa loucura de treinar tanto o seu corpo não sinta, depois você sofrerá duras consequências. Veja alguns sintomas dessa sede de treino, talvez você encontre explicação para o seu baixo-rendimento:

1. Cansaço constante: você ama treinar, mas tem aquele dia em que aquele cansaço, mas esse excesso é normal? Já não dá mais vontade de repetir sequer as posições aprendidas, nem o menor número para cada lado, seu corpo não te obedece, os cinco minutos rolando com seu parceiro parecem uma eternidade, e você, que não era finalizado com facilidade, passa a ser esmagado constantemente.

2. Seu reflexo já não é o mesmo: ao invés de gás, agilidade e percepção para sair das posições, você acaba caindo nelas sem querer, dá as costas ou o braço sem perceber, e ali você já foi finalizado com posições simples, por descuido mesmo. Você não consegue pensar com tanta rapidez, o seu raciocínio já não é como antes. Isso acontece porque tudo age de acordo com teu corpo, muitos treinos, menos horas de sono, e seu sistema cognitivo fica mais lento, e com isso você chega ao desânimo.

3. Não há mais vontade de treinar: você já percebeu que seu processo está lento, você mal percebe ao cair em posições, que te levam a ser finalizada. Isso pode ser decorrente da quantidade excessiva de treinos, poucas horas de sono, má alimentação decorrente a correria, junto ao funcional pesado, isso tudo pesa no seu rendimento do jiu-jitsu. Você vai se achar ruim por isso, vai pensar que já não é tão bom como antes, que este caminho não é pra você, e chega até a cogitar desistir. Antes de pensar assim saiba que tudo que é demais faz mal, seja pra seu corpo ou sua mente. E se você pratica a arte suave com o intuito de ser competidora, cuidado com as quantidades de treinos excessivos: é através disso que chegam as lesões.

4. Lesões e imunidade baixa: treinos e mais treinos, e mesmo com dores musculares você não para, se baseando naquela velha frase: “é a arte entrando”. Sentir dores é comum, mas saiba diferenciar as dores constantes em um mesmo lugar do corpo, pois elas podem se tornar uma lesão, pois sua articulação já vem com uma fadiga bem antiga. Se você se resfria e sente dores de cabeça constantes, preste atenção, isso também pode está relacionado ao seu treino excessivo.

Treinar é bom, é ótimo, mas saiba dar descanso ao seu corpo, reserve um dia pra descansar, ou até dois dias, a quantidade de dias quem dirá é seu corpo: ele vai dizer a quantidade necessária. Atenção especial à sua alimentação e carga de sono também são essenciais. Corrija esses erros, e continue a fazer o que mais ama.

E você, costuma treinar quantas vezes por dia ou semana? Faz o treino funcional nos mesmos dias em que faz jiu-jitsu? Conta pra gente como é sua rotina!
Oss.

Qual sua reação

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Haha Haha
0
Haha
uau uau
0
uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr

Comments 2

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. To me sentindo assim nesse exato momento.to fazendo funcional mesmo dia do Jiu Jitsu,meus tolas não estão bons,to sentindo vontade de parar e desistir,não to rendendo,mas to muito viciada em treinar.Treino todos os dias da semana,quando n faço uma coisa,faço outra.

  2. Eu comecei a treinar Jiu há três semanas. Fora isso, já fazia academia (musculação e aerobio) em média 4/5 vezes por semana, há um ano e 10 meses. Agora, eu intercalo o jiu-jitsu (segunda e sexta, uma hora e meia) e a academia (terça, quinta e sexta, uma hora). Será que é demais?

Treinar demais faz mal?

log in

reset password

Voltar para
log in